«« Voltar
Psicanálise e Educação: intervenção social clínica para uma escola possível
Protocolo do SIGProj:   269549.1484.152745.12052017
De:01/08/2017  à  01/08/2018
 
Coordenador-Extensionista
  Marta Rezende Cardoso
Instituição
  UFRJ - Universidade Federal do Rio de Janeiro
Unidade Geral
  CFCH - Centro de Filosofia e Ciências Humanas
Unidade de Origem
  IP - Instituto de Psicologia
Resumo da Ação de Extensão
  Este projeto de extensão, em parceria com o projeto Travessia, da Sociedade Brasileira de Psicanálise do RJ (PROPIS - Programa de Psicanálise e Interface Social), que estabeleceu cooperação a Secretaria Municipal de Educação do Rio de Janeiro – SME/RJ, através do Núcleo Interdisciplinar de Apoio às Unidades Escolares – NIAP, tem o objetivo de apoiar, através de intervenções, no âmbito da clínica ampliada (intervenção social clínica) o trabalho dos educadores (professores e diretores das escolas da rede municipal de educação básica) em ações que potencializem a ação dos professores que atendem diretamente crianças e adolescentes no seu processo de aprendizagem. Foram identificados temas recorrentes manifestados pelos professores como focos de suas dificuldades cotidianas. As questões giram em torno das relações institucionais em seus múltiplos eixos – a relação dos professores com a gestão escolar, com seus pares, com os alunos e com os familiares/responsáveis. O presente projeto de extensão vem se articular à parceria já estabelecida entre a SBPRJ e o SME/NIAP para desenvolver ações favoráveis à promoção, à proteção e à recuperação de saúde integral dos professores das unidades escolares do município do Rio de Janeiro conjugadas à formação de profissionais socialmente responsivos.
Palavras-chave
   Intervenção psicanalítica, ações de cuidado, intervenção social-clínica, saúde, educação
Público-Alvo
  Os professores e diretores da rede pública no município do Rio de Janeiro são o público alvo das intervenções.
Situação
  Atividade EM ANDAMENTO
Contato
  
«« Voltar