«« Voltar
Educação para a Sexualidade: uma Proposta Conscientizadora para Alunos da Educação Básica
Protocolo do SIGProj:   267696.1490.46180.17052017
De:01/07/2017  à  01/01/2018
 
Coordenador-Extensionista
  Simone Acrani
Instituição
  UFTM - Universidade Federal do Triângulo Mineiro
Unidade Geral
  UGP - Unidade Geral Padrão
Unidade de Origem
  ICBN - Instituto de Ciências Biológicas e Naturais
Resumo da Ação de Extensão
  A educação para a sexualidade na escola busca suprir as lacunas de informação dos jovens; abordar os preconceitos, de maneira especial os referentes ao machismo e feminismo e trabalhar com os conflitos dos adolescentes, abrindo um espaço afetivo onde ele possa falar ou representar suas angustias e medos. Entretanto, devido a variáveis como o despreparo dos professores para discussão do tema e a “biologização” da sexualidade, focando como um fenômeno essencialmente biológico e fisiológico ocasiona uma cisão entre a sexualidade e a subjetividade, restando apenas informações sobre reprodução, anatomia, fisiologia, doenças sexualmente transmissíveis e contracepção, deixando a subjetividade de lado. A proposta da continuidade do projeto é desenvolver uma ação de educação para a sexualidade conscientizadora nas escolas, destinada aos adolescentes e pré-adolescentes, promovendo discussões e diferentes dinâmicas sobre: sexualidade: valorização do nosso corpo; auto-estima; mudanças psicológicas e pressões sociais durante a puberdade; aspectos biológicos e fisiológicos da puberdade; fisiologia dos sistemas reprodutores masculino e feminino; gestação precoce; métodos contraceptivos, doenças sexualmente transmitidas e discussões sobre as temáticas sexo e sexualidade.
Palavras-chave
   educação para a sexualidade, saúde sexual, sexualidade e preconceitos
Público-Alvo
  As atividades estão previstas para serem ofertadas aos alunos dos oitavos e nonos anos do ensino fundamental II da Escola Municipal Boa Vista e Escola Estadual professor Chaves.
Situação
  Atividade COM RELATORIO FINAL
Contato
   Já foi realizado um contato prévio com a direção de cada uma das escolas onde o projeto foi apresentado e o termo de parceria assinado. O grupo extensionista irá até as escolas apresentar o projeto e convidar os alunos a participarem.
«« Voltar