«« Voltar
Inserção de pescadores profissionais na produção de peixes usados como isca viva
Protocolo do SIGProj:   267204.1435.278462.03042017
De:01/08/2017  à  01/08/2018
 
Coordenador-Extensionista
  Fayane Espirito Santo
Instituição
  UEMS - Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul
Unidade Geral
  Aquidauana - Unidade Universitária de Aquidauana
Unidade de Origem
   Zootecnia - Coordenação do Curso de Zootecnia
Resumo da Ação de Extensão
  No Estado do Mato Grosso do Sul a pesca é uma atividade tradicional e tem seus pescadores profissionais organizados sindicalmente. Essa atividade demanda grande utilização de espécies de peixes para iscas vivas e, na região de Anastácio e Aquidauana, movimenta um comércio de iscas, oriundas de ambiente natural, atividade exercida legalmente pelos próprios pescadores e, de outra forma, pelas comunidades ribeirinhas. A produção de peixes em viveiros é uma atividade alternativa para reduzir a pressão da pesca sobre os estoques pesqueiros naturais. O objetivo deste Programa é inserir os pescadores profissionais e artesanais e comunidades ribeirinhas na produção de peixes comercializados como iscas vivas na região de Aquidauana e Anastácio. O que se pretende é alavancar essa produção, não apenas dentro da UEMS, mas, principalmente, para a comunidade externa que tem na pesca uma atividade de sobrevivência e/ou mesmo de lazer. A proposta está em consonância com anseios dos pescadores profissionais e artesanais e comunidades ribeirinhas, na região de Aquidauana e Anastácio, que vivem da pesca e procuram alternativas de trabalho e fonte de renda, principalmente, no período de defeso. Tem apoio de órgãos governamentais federais, estaduais e municipais e organizações sindicais. O público alvo será capacitado por meio de cursos de extensão, dias de campo e aulas práticas na UEMS/Aquidauana.
Palavras-chave
   peixe, piscicultura, rentabilidade, sustentabilidade
Público-Alvo
  
Situação
  Atividade COM RELATORIO FINAL
Contato
  
«« Voltar