«« Voltar
QUARTA REVOLUÇÃO INDUSTRIAL: INDÚSTRIA 4.0 E BIG DATA
Protocolo do SIGProj:   263767.1136.254085.30052017
De:01/08/2017  à  01/08/2020
 
Coordenador-Extensionista
  Geovane Ferreira Gomes
Instituição
  UEMS - Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul
Unidade Geral
  Paranaíba - Unidade Universitária de Paranaíba
Unidade de Origem
  Ciências Sociais - Coordenação do Curso de Ciências Sociais
Resumo da Ação de Extensão
  Esse projeto busca investigar a chamada Indústria 4.0 e o Big Data, elementos da chamada nova onda tecnológica e que aqui abrigamos sob o nome “Quarta Revolução Industrial”. Esses processos, como as revoluções industriais anteriores, têm o potencial de alterar a divisão internacional do trabalho e o fluxo de riqueza no planeta. Se na Terceira Revolução Industrial, a da informática, a Ásia surge como novo ator econômico enquanto a Europa perdeu protagonismo tecnológico e econômico, surge a questão de avaliar quais as possibilidades que essa nova era tecnológica apresenta na divisão internacional do trabalho, especificamente, as oportunidades e riscos para o Brasil como agente econômico. Esse projeto apresenta uma análise histórica do conceito de divisão do trabalho a partir da Primeira Revolução Industrial, avalia a emergência dos atores em cada período, apresenta os rudimentos da Quarta Revolução Industrial e apresenta as consequências possíveis de um evento dessa magnitude no Brasil. Como referências, a análise histórica será feita a partir de autores clássicos da economia e do pensamento social, como Adam Smith, David Ricardo, Karl Marx, Max Weber e Raul Prebisch. A análise das possibilidades se baseará nos textos contemporâneos de Thomas Piketty – “O Capital no Século XXI”, e Daron Acemoglu e James Robinson – “Why Nations Fail.
Palavras-chave
   Tecnologia, Indústria 4.0, Big Data, Divisão Internacional do Trabalho, Desigualdade
Público-Alvo
  
Situação
  Atividade EM ANDAMENTO
Contato
  
«« Voltar