«« Voltar
LAGO GUAÍBA: AVALIAÇÃO DE GENOTOXICIDADE E VARIÁVEIS FÍSICAS E QUÍMICAS DA ÁGUA
Protocolo do SIGProj:   262084.1359.74508.06032017
De:01/05/2017  à  28/02/2018
 
Coordenador-Extensionista
  Juliana Schmitt de Nonohay
Instituição
  IFRS - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul
Unidade Geral
  Porto Alegre - Câmpus Porto Alegre - Pesquisa
Unidade de Origem
  P&I - Pesquisa e Inovação
Resumo da Ação de Extensão
  Este projeto de pesquisa visa analisar a qualidade da água do Lago Guaíba, por avaliação de genotoxicidade e variáveis físicas e químicas. O lago encontra-se bastante impactado, devido à grande densidade populacional e às atividades econômicas estabelecidas em sua área. As coletas serão realizadas em diferentes estações do ano e em dois pontos situados na Ilha do Pavão, na cidade de Porto Alegre, Rio Grande do Sul. Bioensaios de exposição de cebolas (Allium cepa) às amostras de água do lago serão realizados, para as análises de genotoxicidade. Nestes ensaios, a análise macroscópica consiste em avaliar o comprimento das raízes emitidas pelas cebolas em contato com as amostras de água e o número de células em divisão mitótica na ponta destas raízes (parâmetros de citotoxicidade). As análises microscópicas de genotoxicidade incluirão a estimativa da frequência de micronúcleos em células em interfase e anormalidades cromossômicas nas fases de anáfase e telófase de mitoses da coifa das raízes das cebolas. Também serão realizados testes de germinação e crescimento radicular de alface (Lactuca sativa L.) expostas às águas do lago e a determinação das variáveis físicas e químicas temperatura, pH, oxigênio dissolvido, oxigênio saturado, condutividade e turbidez das amostras de água.
Palavras-chave
   Lago Guaíba, poluentes aquáticos, genotoxicidade, teste Allium cepa, bioensaios com cebolas
Público-Alvo
  
Situação
  Atividade COM RELATORIO FINAL
Contato
  
«« Voltar