«« Voltar
Geosaúde
Protocolo do SIGProj:   261335.1344.67267.01032017
De:01/05/2017  à  31/12/2017
 
Coordenador-Extensionista
  Carolina Larrosa de Oliveira Claro
Instituição
  IFRS - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul
Unidade Geral
  Rio Grande - Câmpus Rio Grande - Extensão
Unidade de Origem
  EXT - Extensão
Resumo da Ação de Extensão
  O Geosaúde é um Programa existente no IFRS - Campus Rio Grande desde o ano de 2012. Suas ações fundamentam-se em uma área do conhecimento designada 'Geografia da Saúde', que busca mapear eventos e ocorrências relacionadas a saúde com a localização destas. No município do Rio Grande, destacam-se os trabalhos elaborados pelo Geosaúde no mapeamento e ações de educação em saúde dos casos de Hepatite A, H1N1 e Tuberculose, além da espacialização das armadilhas para o mosquito Aedes Aegypt. Ao longo destes anos, o Geosaúde também executou trabalhos voltados para a publicação de dados na internet, o que em muito facilitou o compartilhamento da informação espacial na Vigilância Ambiental em Saúde. Dentre as ações executadas, destacam-se a redistribuição das armadilhas para o mosquito da Dengue e a geração de um banco de dados informatizado que permite, além do compartilhamento da informação, o armazenamento mais seguro dos dados. Ao longo dos anos de execução do Programa, percebeu-se um maior interesse dos servidores públicos na utilização de geotecnologias, além da geração de uma ferramenta de suporte à decisão eficaz e que permite uma visão holística do território.
Palavras-chave
   Geosaúde, Saúde, educação, mapeamento
Público-Alvo
  O público-alvo se divide nas seguintes categorias: 1) Servidores Públicos Municipais: Os funcionários da Secretaria Municipal da Saúde se beneficiarão através do aprimoramento e atualização dos dados e informações referentes às armadilhas da Dengue e doenças epidemiológicas como: tuberculose, H1N1, Sífilis e hepatite A. Além disto os servidores públicos municipais em geral se beneficiarão do compartilhamento da informação espacial através do websig (página eletrônica com disposição de dados georreferenciados). 2) Discentes do IFRS - Campus Rio Grande dos cursos técnicos de Geoprocessamento e Enfermagem, que poderão participar do Programa integrando os conhecimentos técnicos adquiridos no curso com as práticas desenvolvidas ao longo do Programa. Estes alunos serão selecionados para participar do presente projeto através do edital de bolsas; 3) Discentes das escolas municipais que estudam no entorno das áreas de risco mapeadas pelo Programa Geosaúde, que serão beneficiadas com palestras de educação em saúde, podendo se tornar multiplicadoras dos conhecimentos adquiridos em sua comunidade. 4) Comunidade em geral, que terá acesso às informações disponibilizadas na rede mundial de computadores, tais como: localização das Unidades Básicas de Saúde, logradouros municipais, localidades com maior ocorrência de determinadas doenças, dentre outras informações espaciais de interesse da comunidade.
Situação
  Atividade COM RELATORIO FINAL
Contato
   As ações realizadas e os produtos gerados no Programa também são divulgados através do endereço eletrônico: http://www.geosaude.riogrande.ifrs.edu.br/
«« Voltar