«« Voltar
Balanço de carbono em sistemas de produção de bovinos de corte
Protocolo do SIGProj:   261130.1359.75364.27022017
De:02/05/2017  à  28/02/2018
 
Coordenador-Extensionista
  Heitor José Cervo
Instituição
  IFRS - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul
Unidade Geral
  Sertão - Câmpus Sertão - Pesquisa
Unidade de Origem
  P&I - Pesquisa e Inovação
Resumo da Ação de Extensão
  A produção de bovinos é vista de forma negativa, como uma ameaça ao meio ambiente, sendo constantemente apontada como uma das principais responsáveis pelo desmatamento e emissões de gases de efeito estufa (GEE) no Brasil. É inegável que em função de seu tamanho e abrangência territorial, a pecuária bovina gera impactos ambientais relevantes, principalmente por estar, de alguma forma, envolvida no processo de desmatamento de florestas com a expansão da fronteira agrícola, e com a emissão de gases causadores do aquecimento global, através do solo e dos animais no processo produtivo. O objetivo principal será determinar quais propriedades pertencentes ao Estado do Rio Grande do Sul são mais produtivas e, discriminá-las pelos fatores relacionados a eficiência produtiva e na emissão de GEE. Análises multivariadas serão utilizadas através dos procedimentos PROC FASTCLUS, PROC FACTOR e PROC DISCRIM para melhor interpretar e compreender quais os fatores que melhor explicam os diferentes arranjos produtivos da pecuária de corte para a sua eficiência produtiva e ambiental.
Palavras-chave
   Sequestro, gás carbônico, aquecimento global
Público-Alvo
  
Situação
  Atividade COM RELATORIO FINAL
Contato
  
«« Voltar