«« Voltar
Panificação Inclusiva
Protocolo do SIGProj:   260397.1344.83429.22022017
De:01/04/2017  à  15/12/2017
 
Coordenador-Extensionista
  Flávia Santos Twardowski Pinto
Instituição
  IFRS - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul
Unidade Geral
  Osório - Câmpus Osório - Extensão
Unidade de Origem
  EXT - Extensão
Resumo da Ação de Extensão
  Os estudantes da Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (APAE) possuem necessidades específicas relacionadas ao seu intelecto as quais podem estar associadas a limitações adaptativas em pelo menos duas áreas de habilidades. A inclusão social é uma ferramenta determinante na qualidade de vida das pessoas, pois permite que as mesmas tenham acesso a uma diversidade de recursos que contribuem para o seu desenvolvimento, bem como o trabalho, que exerce um efeito reabilitador, sendo fundamental na vida das pessoas com necessidades educacionais especificas (PNEEs). A dificuldade de acesso à oportunidade de trabalho pode contribuir para potencializar a exclusão das PNEEs, fazendo com que sua personalidade seja esmaecida, desmerecendo sua capacidade, acentuando o sentimento de subordinação e fazendo com que a pessoa necessite sempre da voz de outra pessoa para se fazer ouvir. Este projeto é vinculado ao Núcleo de Atendimento a Pessoas com Necessidades Específicas (NAPNE) do IFRS – campus Osório, o qual visa desenvolver ações em formato de oficinas semanais, sendo estas, um espaço de troca de fazeres e saberes entre os estudantes do IFRS- Campus Osório e os estudantes da APAE-Osório. A metodologia desse projeto é de cunho interativo, onde as formulações são apresentadas aos estudantes em forma de tabelas com desenhos que mostram os insumos e as medidas para realização das mesmas, possibilitando que todos possam entender e reproduzir. Espera-se que os estudantes melhorem sua integração em sala de aula. Espera-se também que os mesmos melhorem sua motricidade, habilidade de cooperação e o desenvolvimento de interpretações sensoriais.
Palavras-chave
   educação profissional, elaboração, panificação
Público-Alvo
  O público alvo são os estudantes da APAE. Serão realizadas oficinas em duas turmas: a primeira de adolescentes com idade aproximadamente de 14 anos com diversas deficiências, dentre elas síndrome de down, autismo, retardo; a segunda turma é composta de estudantes mais velhos, que almejam entrar no mercado de trabalho. Estes possuem idade acima de 18 até 40 anos.
Situação
  Atividade COM RELATORIO FINAL
Contato
   IFRS - Campus Osório Telefone: 51 3601-3500
«« Voltar