«« Voltar
Estudo de aplicação no solo e determinação de resíduo de S-metolacloro em amostras de alface
Protocolo do SIGProj:   260231.1359.219986.01032017
De:30/04/2017  à  28/02/2018
 
Coordenador-Extensionista
  Odivan Zanella
Instituição
  IFRS - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul
Unidade Geral
  Sertão - Câmpus Sertão - Pesquisa
Unidade de Origem
  P&I - Pesquisa e Inovação
Resumo da Ação de Extensão
  A alface está entre as hortaliças que mais se destaca no Brasil pelo alto volume de produção, entretanto, ainda sofre carência no controle de plantas invasoras pela falta de herbicidas registrados para a cultura, tornando o custo de controle elevado. Diante disso, faz necessário gerar informações sobre o uso de herbicidas para cultura. Uma das formas de controle das plantas daninhas durante o cultivo de alface é o uso de S-metolacloro. Porém, existem dúvidas quanto à segurança alimentar, relativo ao uso desse produto. Resíduos deste herbicida podem estar presentes em alface pronta para o consumo o que torna o alimento duvidoso em relação a segurança. Numerosos agrotóxicos figuram entre as substâncias químicas suspeitas de atuarem como desreguladores sobre o sistema endócrino. Dessa forma, monitorar a presença de S-metolacloro em alface pronta para o consumo é indispensável para o melhoramento da produção dessa cultura. Para isso, este trabalho será desenvolvido no sentido de avaliar o residual de S-metolacloro em alface sobre diferentes concentrações do herbicida aplicado ao solo. A relação produção/residual de S-metolacloro trará substantiva evolução na produção e segurança alimentar para consumidores de alface, bem como economias para o produtor.
Palavras-chave
   Alface, S-metolacloro, Residual
Público-Alvo
  
Situação
  Atividade COM RELATORIO FINAL
Contato
  
«« Voltar