«« Voltar
Estudo da extração e aplicabilidade de óleos essenciais de folhas de espécies nativas consideradas 'Plantas para o Futuro' da Região Sul
Protocolo do SIGProj:   259654.1359.70984.22022017
De:02/05/2017  à  28/02/2018
 
Coordenador-Extensionista
  Marilia Assunta Sfredo
Instituição
  IFRS - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul
Unidade Geral
  Erechim - Câmpus Erechim - Pesquisa
Unidade de Origem
  P&I - Pesquisa e Inovação
Resumo da Ação de Extensão
  A discussão acerca da implementação do Código Ambiental, que prevê formas de evitar o assoreamento e a poluição das águas, estabeleceu que proprietários de terras próximas a rios e barragens destinarão parte destas terras para o cultivo de vegetação. Nesse mesmo contexto, uma publicação do Ministério do Meio Ambiente obtida por meio do Projeto 'Plantas para o 'Futuro', indica as espécies nativas prioritárias para o cultivo na Região Sul. Por isso, o presente projeto tem como proposta a extração de óleos essenciais de folhas de espécies vegetais consideradas 'Plantas do Futuro': araçá (Psidium cattleianum Sabine), pitanga (Eugenia uniflora L.) e poejo (Cunila microcephala Benth.). Assim, objetiva-se determinar as melhores condições de operação do extrator, em escala piloto, para se obter o maior rendimento de óleo essencial e maior eficiência da extração. Para determinar o rendimento e a eficiência será quantificado o teor de óleo essencial nas folhas de araçá, pitanga e poejo. Após, os óleos essenciais serão extraídos em destilador com arraste a vapor. As condições de operação do extrator serão testadas em um planejamento composto central, cujas variáveis serão: tempo de extração e volume de folhas no extrator. Com a análise estatística espera-se determinar as melhores condições operacionais do extrator e com o óleo essencial produzido será testada a aplicabilidade no combate ao mosquito Aedes aegypti. Dessa forma, a possibilidade da utilização das plantas silvestres na produção e comercialização de óleos essenciais será estudada, além de ser uma proposta rentável para a recuperação e valorização da flora nativa.
Palavras-chave
   aromas, destilador, plantas silvestres, Aedes aegypti
Público-Alvo
  
Situação
  Atividade COM RELATORIO FINAL
Contato
  
«« Voltar