«« Voltar
A SAÚDE NOS QUILOMBOS: Estratégias de prevenção em uma comunidade remanescente de quilombo do Estado do Tocantins
Protocolo do SIGProj:   255491.1138.267326.19122016
De:23/12/2016  à  23/12/2017
 
Coordenador-Extensionista
  Eliane Patricia Lino Pereira Franchi
Instituição
  UFT - Universidade Federal do Tocantins
Unidade Geral
  CUP - Campus de Palmas
Unidade de Origem
  MED - MEDICINA
Resumo da Ação de Extensão
  No Estado do Tocantins existem 38 comunidades quilombolas certificadas e localizadas de norte a sul do estado. Essas comunidades possuem características que as diferem umas das outras e de toda a sociedade circundante. Diante disso, é de grande importancia a capacitação dos profissionais de saúde para que se possa oferecer a essa população uma assistência especializada, individualizada e holística. A atuação de uma equipe multiprofissional é fundamental para a promoção, prevenção, tratamento e reabilitação dos agravos de saúde. O fortalecimento das ações participativas dos profissionais da saúde, a valorização da diversidade sociocultural e o reconhecimento das doenças de maior probabilidade de ocorrência, inclusive zoonoses, considerando as vulnerabilidades próprias da comunidade se tornam necessários a fim de promover a identificação dos agravos em saúde e incentivar a promoção da saúde mediante a caracterização das medidas de controle, assim como a implementação de soluções sustentáveis de saneamento, educação e saúde ambiental. São objetivos da ação: Estabelecer a aproximação acadêmica à comunidade Barra do Aroeira, e levar informações sobre as doenças com perfil de maior frequentes às mulheres moradora da comunidade; Conscientizar a comunidade sobre os riscos de ocorrência para estas doenças; Estimular medidas preventivas na comunidade
Palavras-chave
   quilombo, fatores de risco, prevenção
Público-Alvo
  Comunidade geral
Situação
  Atividade COM RELATORIO FINAL
Contato
   Coordenação do curso de Nutrição-UFT
«« Voltar