«« Voltar
Atendimento a pacientes com dor pélvica crônica no Ambulatório de Algia do Serviço de Ginecologia do HC-UFPE em 2015.
Protocolo do SIGProj:   253734.1185.153046.26122016
De:15/01/2015  à  30/06/2015
 
Coordenador-Extensionista
  Helena Juliana Nagy
Instituição
  UFPE - Universidade Federal de Pernambuco
Unidade Geral
  CCS - CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE
Unidade de Origem
  Materno Infantil - Materno Infantil
Resumo da Ação de Extensão
  A dor pélvica crônica se refere a qualquer dor pélvica com duração maior que 6 meses. É um importante problema de saúde pública em todo o mundo correspondendo a 10% das consultas, a 20-40% das laparoscopias e a 12-16% das histerectomias. Apesar de ser tão comum como a asma e lombalgia e de ter um custo financeiro significativo para o indivíduo e para a sociedade, é comum ter atraso significativo no diagnóstico e no tratamento. Uma variedade de patologias pélvicas está associada com a dor crônica em mulheres, incluindo endometriose, adenomiose, infecção crônica, distúrbios funcionais do intestino (síndrome do intestino irritável) e da bexiga (síndrome da bexiga dolorosa /cistite intersticial). Em muitos casos, mesmo sem detectar nenhuma anormalidade, os estímulos dolorosos persistem, levando à Síndrome de Dor Pélvica Crônica, onde a dor persiste por mudanças no sistema nervoso, músculo e outros tecidos. Neste caso a dor pélvica crônica é a doenças e a dor crônica é o diagnóstico. O nosso objetivo é oferecer atendimento especializado, visando identificar o sintoma, diagnosticar as patologias causadoras, identificar suas repercussões somáticas e viscerais e também as repercussões na modulação central da dor, a fim de proporcionar um tratamento adequado, com melhora da qualidade de vida. Além disso, iremos proporcionar aos estudantes e alunos de graduação o fluxograma completo das etapas interventivas na dor pélvica crônica, auxiliando no processo ensino/aprendizagem, complementando a carga horária da graduação. Também planejamos divulgar trabalhos científicos através de orientações e apresentações de trabalhos em eventos, nacionais e internacionais.
Palavras-chave
   dor pélvica crônica, endometriose, diagnóstico, tratamento
Público-Alvo
  Pacientes encaminhadas de serviços do SUS e de interconsultas do HC-UFPE, apresentando dor pélvica crônica e/ou suspeita de endometriose.
Situação
  Atividade CONCLUÍDA
Contato
   Ambulatório de Ginecologia, fone 21263668
«« Voltar