«« Voltar
Frida - Formação para a Diferença de Gênero e Sexualidade em Escolas Públicas
Protocolo do SIGProj:   253530.1334.262354.21122016
De:11/01/2017  à  05/02/2018
 
Coordenador-Extensionista
  Iran Ferreira de Melo
Instituição
  UFRPE - Universidade Federal Rural de Pernambuco
Unidade Geral
  UACSA - Unidade Academica do Cabo de Santo Agostinho
Unidade de Origem
  UACSA - Unidade de Cabo de Santo Agostinho
Resumo da Ação de Extensão
  O projeto Frida – Formação para a Diferença de Gênero e Sexualidade em Escolas Públicas, apoiado pela Universidade Federal Rural de Pernambuco, visa desenvolver, em escolas da Rede Estadual de Educação de Pernambuco, cinedebates que reflitam sobre a recrudescente violência motivada pelo ódio à diferença de gênero e sexualidade em nosso país e problematizem o papel da escola na intolerância histórica aos modelos de gênero e sexualidade não normativos. Para tanto, tal projeto é dirigido a professores e professoras de diferentes componentes curriculares dos Ensinos Fundamental, Médio e Técnico de dezoito escolas das cidades de Camaragibe e Recife que, convidados/as a participar da leitura de filmes ficcionais e documentais acerca do tema do projeto e de debates a partir dessa leitura, interrogarão se o cotidiano das suas escolas reproduzem práticas violentas que violam o direito à liberdade de gênero e sexualidade, a fim de proporem medidas preventivas e combativas a essas práticas. Com essas ações, o Frida está consonante com os emergentes saberes queer e descoloniais aplicados à Educação – em especial com os estudos desenvolvidos pela pesquisadora Guacira Lopes Louro (2013, 2015a, 2015b). Nesse sentido, este projeto aspira a contribuir para que, na relação teoria-prática e da rede universidade-escola, fortaleça saídas pedagógicas no combate às agruras contra pessoas que não se enquadram em padrões disciplinares de gênero e sexualidade, respeitando o que preconiza a área temática de Direitos Humanos da Política Nacional de Extensão Universitária (BRASIL, 2012) e o Programa Nacional de Direitos Humanos de nosso país (BRASIL, 2008).
Palavras-chave
   gênero, sexualidade, educação, cinema
Público-Alvo
  Possibilitando a aproximação com a Rede Estadual de Educação de Pernambuco e com a pretensão de fortalecer a interação transformadora entre universidade e demais setores da sociedade, o público-alvo deste projeto é formado por professores e professoras da educação básica e do ensino técnico em escolas públicas pernambucanas, especificamente aqueles/as profissionais que compõem a comunidade escolar nas unidades escolhidas para o projeto e indicadas no item Local de Realização deste texto (número estimado de 40 docentes por escola, totalizando cerca de 720 professores/as).
Situação
  Atividade COM RELATORIO FINAL
Contato
   A divulgação será feita ao se instituir o contato entre o professor coordenador e a gestão da escola. O coordenador proporá à gestão que promova a divulgação entre o público-alvo, que são os professores/as, por meio de avisos nas redes sociais digitais (da web) e presenciais (reuniões) que a escola possui. O coordenador do projeto também se colocará à disposição para fazer a divulgação ele mesmo na sala dos/as professores/as da escola, em horário pertinente para tal.
«« Voltar