«« Voltar
O espaço escolar como ambiente de prevenção às drogas (ANO II)
Protocolo do SIGProj:   253388.1321.67497.02122016
De:01/03/2017  à  12/12/2017
 
Coordenador-Extensionista
  Luciana Cristina Caetano de Morais Silva
Instituição
  UFTM - Universidade Federal do Triângulo Mineiro
Unidade Geral
  UGP - Unidade Geral Padrão
Unidade de Origem
  ICS - Instituto de Ciências da Saúde
Resumo da Ação de Extensão
  Com os mais variados fins (religioso, medicinal, social, econômico ou psicológico) o consumo de substâncias psicoativas sempre esteve marcado nas mais diferentes culturas. Nas últimas décadas o consumo de drogas vem se modificando principalmente no que corresponde aos riscos à saúde ao qual a pessoa está exposta. A literatura tem apontado que o consumo de álcool e outras drogas tem sido introduzido nas populações de jovens precocemente. A proposta tem por objetivo promover espaços de diálogo e interação com estudantes do ensino fundamental I de escolas da rede pública de Uberaba, vinculadas ao Programa Saúde na Escola, para ações educativas que reflitam sobre os problemas relacionados ao uso e abuso de álcool e outras drogas. Oficinas com as famílias serão realizadas com o objetivo de ampliar o cuidado dos adolescentes quanto ao uso e abuso de álcool e outras drogas. A equipe extensionista é formada por docentes do Departamento de Saúde Coletiva e do Departamento de Terapia Ocupacional da UFTM, acadêmicos do Curso de Medicina e Fisioterapia e profissionais do Programa Saúde na Escola do município de Uberaba.
Palavras-chave
   Uso e abuso de drogas, estudantes ensino fundamental, promoção de saúde
Público-Alvo
  O projeto tem como público direto estudantes de 09 e 11 anos da rede pública de ensino fundamental I das escolas vinculadas ao Programa Saúde na Escola. Estima-se público de 120 pessoas entre alunos e seus respectivos familiares dividido em 3 escolas ao longo do ano letivo de 2017 como foco das atividades de extensão referentes a temas que promoverão, por meio de rodas de conversa e oficinas lúdicas, reflexão acerca do uso e do abuso das drogas. Além do público direto, o projeto prevê uma estimativa de 30 pessoas entre estudantes e docentes na condição de público indireto face as atividades desenvolvidas.
Situação
  Atividade COM RELATORIO FINAL
Contato
  
«« Voltar