«« Voltar
Outras reflexões e leituras sobre exílio: do (in)certo exílio clariceano à era dos exilados e emigrados
Protocolo do SIGProj:   252093.1430.1177.22082017
De:28/09/2017  à  31/12/2019
 
Coordenador-Extensionista
  Marta Francisco de Oliveira
Instituição
  UFMS - Universidade Federal de Mato Grosso do Sul
Unidade Geral
  CPCX - Câmpus de Coxim
Unidade de Origem
  CPQ - Comissão Setorial de Pesquisa
Resumo da Ação de Extensão
  Este projeto de pesquisa pretende dar sequência ao realizado anteriormente, vinculado ao programa de doutoramento, no qual foi desenvolvida uma tese acerca da obra de Clarice Lispector, concentrando-se em como a autora produz alguns romances- três – que podem ser lidos como uma espécie de sequência que compõem uma trilogia de um (in)certo exílio. Apontadas as marcas da experiência de exílio, diáspora e migrações na obra O lustre, no trabalho final da tese de doutorado, resta verificar como as duas obras seguintes, escritas inteiramente em território estrangeiro, complementam a poética de exílio em Lispector. Esta poética desemboca na compreensão da condição existencial que se revela nos textos da escritora e marcam sua atuação como intelectual. Por outro lado, a reflexão quanto ao objeto artístico, literário, reveste-se de importância para o intelectual na contemporaneidade, ampliando-se em sua reflexão, em um momento histórico de deslocamentos de grandes massas, de diásporas culturais e exílios coletivos. A partir da criação de um artefato linguístico, o texto literário situa um problema atual no centro de discussões que devem ser estabelecidas e repensadas à luz da problemática atual sobre o tema. A construção de sua poética deve ser considerada para melhor compreender o projeto literário da escritora, que culmina com uma personagem com características muito próximas às do exilado, completando 40 anos de sua escrita, referência alegórica representação do movimento realizado pela própria autora.Ademais, o estudo do tema se expande para a condição humana contemporânea da grande crise humanitária que nos obriga a repensar o exílio.
Palavras-chave
   Literatura, Clarice Lispector, poética de exílio, identidade, migração.
Público-Alvo
  
Situação
  Atividade EM ANDAMENTO
Contato
  
«« Voltar