«« Voltar
ANÁLISE SOCIOAMBIENTAL DAS BACIAS HIDROGRÁFICAS URBANAS DE CAMPO GRANDE
Protocolo do SIGProj:   251967.1136.77415.18112016
De:01/09/2017  à  01/09/2020
 
Coordenador-Extensionista
  Eva Faustino da Fonseca de Moura Barbosa
Instituição
  UEMS - Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul
Unidade Geral
  Campo Grande - Unidade Universitária de Campo Grande
Unidade de Origem
  Geografia - Coordenação do Curso de Geografia
Resumo da Ação de Extensão
  Esta pesquisa em Geografia Física visa estudar a degradação ambiental advindos dos problemas ambientais relativos aos processos de uso e ocupação antrópicos e da falta de gestão e planejamento dos recursos hídricos nas bacias hidrográficas do espaço urbano de Campo Grande. No perímetro urbano de Campo Grande existem trinta e um córregos e um rio, distribuídos em dez bacias hidrográficas. Nestas regiões estão presentes problemas ambientais, tais como, processos de erosão e de assoreamento e variados tipos de poluição. A Política Nacional de Recursos Hídricos (lei nº 9433/97) estabelece a bacia hidrográfica como sendo a unidade territorial para implementação de políticas públicas relacionadas à exploração dos recursos hídricos. As bacias hidrográficas integram uma visão conjunta do comportamento das condições naturais e das atividades humanas nelas desenvolvidas, uma vez que mudanças significativas em qualquer dessas unidades, podem gerar alterações e impactos em toda sua extensão. Considerando a especificidade das dinâmicas e dos processos ocorridos nestas bacias de drenagem se torna necessário uma análise geossistêmica dessas áreas do espaço urbano de Campo Grande, voltadas para o planejamento, manejo e gestão ambiental desses domínios.
Palavras-chave
   Geografia Física, Bacia Hidrográfica, Espaço Urbano, Campo Grande, Educação Ambiental
Público-Alvo
  
Situação
  Atividade EM ANDAMENTO
Contato
  
«« Voltar