«« Voltar
10º Oficina Pedagógica de Ensino e Aprendizagem na Língua Kokama em Manaus-AM
Protocolo do SIGProj:   251582.1176.169385.04112016
De:16/12/2016  à  22/12/2016
 
Coordenador-Extensionista
  Raynice Geraldine Pereira da Silva
Instituição
  UFAM - Universidade Federal do Amazonas
Unidade Geral
  PROEXT - PRO-REITORIA DE EXTENSÃO
Unidade de Origem
  ICHL - INSTITUTO DE CIÊNCIAS HUMANAS E LETRAS
Resumo da Ação de Extensão
  As línguas indígenas do Amazonas vem, ao longo do tempo, contribuindo de maneira significativa para os estudos linguísticos ao redor do mundo, seja pela sua significância no cenário linguístico mundial, seja pelas suas especificidades e também pela variedade de fenômenos linguísticos identificados. Segundo dados da Unesco, línguas com menos de 100 mil falantes estão ameaçadas de extinção, as línguas indígenas sul-americanas, todas elas, estão em extremo risco de extinção. Nesse contexto linguístico ameaçador o Kokama figura como uma das línguas extremamente ameaçadas de extinção. Dados do Instituto Socioambiental (ISA, 2005), comprovam que a população Kokama conhecida no Brasil era de 786 pessoas, distribuídas em comunidades localizadas no alto e médio rio Solimões. No Peru, são 19 mil indígenas (Ramos, 2003) e na Colômbia somam 792 pessoas (Unesco, 2004). Ressalte-se que o Kokama, é um dos principais aspectos da identidade do povo Kokama. Nessa perspectiva a realização da 10º Oficina Pedagógica de Ensino e Aprendizagem na Língua Kokama em Manaus-AM, visa principalmente, conhecer o ensino básico da língua Kokama, através da utilização das palavras Kokama no ensino da língua no cotidiano da escola e outros espaços da aldeia. Com o intuito de ajudar os professores e aprendizes da Língua Kokama a desenvolver um aprendizado significativo nos espaços educativos da aldeia, estimulando-os a produzir seus próprios materiais didáticos. As oficinas na Língua Kokama ocorrem em Manaus desde 2006, primeiramente ministrada pelo padre e linguista Ronaldo Maccdonnel e depois pela professora Drª. Altaci Corrêa Rubim, Kokama na aldeia Nova Esperança Kokama.
Palavras-chave
   Kokama, línguas Indígenas, Ensino, Aprendizagem
Público-Alvo
  O publico-alvo da oficina são professores indígenas da etnia Kokama e lideranças do povo. A oficina envolve a assessoria de profissionais da área de linguagem e estudiosos de línguas indígenas. A quantidade é de aproximadamente 60 pessoas
Situação
  Atividade
Contato
  
«« Voltar