«« Voltar
Desaparecidos: como proceder?
Protocolo do SIGProj:   251429.1138.179007.21112016
De:10/09/2016  à  10/11/2016
 
Coordenador-Extensionista
  Rogério Ferreira Marquezan
Instituição
  UFT - Universidade Federal do Tocantins
Unidade Geral
  CUP - Campus de Palmas
Unidade de Origem
  DIR - DIREITO
Resumo da Ação de Extensão
   Na eminência do evento: 'PROCURA-SE: DESAPARECIDOS E A ATUAÇÃO DO ESTADO', viu-se a importância de dados atualizados sobre os casos de desaparecimento, assim foram feitos ofícios de requerimento à Secretaria de Segurança Pública, referentes aos dados do Estado. Porém, o departamento só computa os números relacionados às pessoas desaparecidas e localizadas, mas sem nenhum detalhamento sobre os motivos ou em que condições foram encontradas. As últimas estatísticas constam de 2015, desapareceram 217 pessoas (faixa etária: até + de 65 anos), das quais foram localizadas 125. A partir da experiência pudemos compreender a realidade prática processual que envolve casos de pessoas desaparecidas no Estado. Notamos que há uma grande desinformação e distanciamento da população e da tutela do Estado, que nem sempre corresponde de forma adequada aos impulsos que recebe dos cidadãos. Devido a essa carência é que pensamos em nosso produto, qual seja: a produção de uma cartilha informativa que contenha de forma ilustrativa os procedimentos que devem ser adotados em tais casos de desaparecimento, que compreende, por exemplo, o conhecimento de quais órgãos devem ser comunicados na ocorrência do fato.
Palavras-chave
   DESAPARECIDOS, PROCEDIMENTOS, CARTILHA.
Público-Alvo
  COMUNIDADE PALMENSE
Situação
  Atividade COM RELATORIO FINAL
Contato
   (63) 98462-0508
«« Voltar