«« Voltar
JOGANDO CAPOEIRA, QUEBRANDO PRECONCEITOS
Protocolo do SIGProj:   251000.1138.88834.15112016
De:19/11/2016  à  18/03/2017
 
Coordenador-Extensionista
  Francisco Gonçalves Filho
Instituição
  UFT - Universidade Federal do Tocantins
Unidade Geral
  CUM - Campus de Miracema
Unidade de Origem
  PED-Lic - PEDAGOGIA (Licenciatura)
Resumo da Ação de Extensão
  A partir desse projeto buscamos desenvolver uma “performance cultural” nas dependências da UFT (Campus de Miracema do Tocantins) que articule o tripé acadêmico (ensino, pesquisa e extensão): a Capoeira Angola. Tendo em vista que tal atividade é um importante símbolo da identidade cultural (afro) brasileira, buscaremos, a partir de sua prática e de pesquisas sobre o tema, dialogar com os participantes para refletirmos sobre identidade negra, preconceito étnico-racial e sociedade multicultural.
Palavras-chave
   Capoeira Angola, Performance Cultural, Preconceito Racial e Identidade Afro-Brasileira, Multiculturalismo.
Público-Alvo
  Moradores de Miracema, Tocantínia e cidades do entorno, acadêmicos ou não, com idade mínima de sete anos de idade.
Situação
  Atividade COM RELATORIO FINAL
Contato
  
«« Voltar