«« Voltar
jovens com a bola toda
Protocolo do SIGProj:   250261.1312.62360.18102016
De:11/11/2016  à  11/11/2017
 
Coordenador-Extensionista
  Zartu Giglio Cavalcanti
Instituição
  UFMA - Universidade Federal do Maranhão
Unidade Geral
  CCBS - Centro de Ciências Biológicas e da Saúde
Unidade de Origem
  DEF - Departamento de Educação Física
Resumo da Ação de Extensão
  O projeto “Jovens com a Bola Toda”-JBT encontra-se em seu décimo segundo ano de atividade acadêmica, tendo atendido, ao longo desse período, cerca de três mil crianças e adolescentes, bem como de seus familiares de forma indireta. Na qualidade de projeto de Extensão da UFMA, o JBT mantém sua identidade e vocação vinculados ao compromisso do Desenvolvimento Humano. O Projeto JBT tem como eixo estruturador de suas ações os Esportes. Nesse sentido, sua proposta acadêmica propicia aos estudantes/bolsistas e voluntários uma rica contribuição, por meio de vivências e processo de formação continuada, em relação à sua formação técnica e consciência crítica e social, já que os credenciam a intervirem qualitativamente junto à comunidade (participantes do projeto), promovendo mudanças, conforme a realidade dos mesmos (crianças e adolescentes). Ainda como prática acadêmica, o JBT cumpre um dos objetivos da extensão que se relaciona à indissociabilidade com o Ensino e a Pesquisa, pois, interliga as oportunidades por meio de ações e produtos acadêmicos. Portanto o projeto torna-se indispensável na formação do aluno, na qualificação do professor e no intercâmbio com a sociedade,implicando e relações multi, inter e interprofissionais.
Palavras-chave
   Extensão, desenvolvimento humano, formação profissional.
Público-Alvo
  Dados do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento PNUD, ainda recentes (última década) revelam que o Estado do Maranhão é caracterizado socialmente com um dos piores indicadores sociais dentre todos os Estados da Federação. O Índice de Desenvolvimento Humano-IDH do Maranhão está classificado em penúltimo lugar (26º), com o índice de 0,683, em 2005. Quanto à expectativa de vida, IDH longevidade, o Estado do Maranhão também está classificado em 26º, com o índice 0,696. Em relação ao IDH Renda, está classificado em último lugar, com o índice de 0,570. Como agravante e, de certa forma caracterizando o contexto social de grande parte da população maranhense, destacamos o índice de IDH Educação do ano de 2005, que atinge 0,784. Ou seja, há uma disparidade dos indicadores escolares do Maranhão em realção à média do Nordeste, que já é inferior a outras regiões do país. Lamentavelmente, a caracterização acima retratada, de certa forma caracteriza o público alvo que o projeto “Jovens com a Bola Toda-JBT” atende, com o agravante de que todos os índices apresentados, foram obtidos a partir de dados coletados por amostragem e por média. Porém, os bairros do Sá Viana e da Vila Embratel, localizados em áreas que foram ocupadas a partir dos anos sessenta (do século passado), representam bairros periféricos que cresceram de forma desordenada e que se localizam no entorno do Campus da UFMA. E por serem periféricos, tendem a apresentar índices sociais abaixo da média indicada anteriormente, já que são áreas caracterizadas por serem desprovidas de investimentos públicos. Esse é o público alvo do JBT, fundamentalmente composto por crianças e adolescentes de 7 a 14 anos de idade e com alta vulnerabilidade social. Contudo, em algumas oportunidades ainda desenvolvemos algumas atividades (reuniões, palestras temáticas) com os familiares dos participantes do projeto. Ao longo do ano, estimamos em cerca de 250 pessoas atendidas de forma direta e indireta pelo JBT. Outro segmento considerado como beneficiário das ações acadêmicas desenvolvidas pelo JBT, diz respeito aos estudantes (bolsitas e/ou voluntários). Os estudantes que se engajam no JBT são submetidos a um processo de formação contínua, e seguem supervisionados por professores/coordenadores. Do ponto de vista acadêmico são beneficiados quanto à sua formação/ profissionalização. Iniciam a partir de um processo seletivo, submetem-se à uma formação inicial e passam a se envolver diretamente com os alunos do projeto, sob supervisão, até adquirirem condição para assumirem turmas. Quanto à equipe de coordenação, há um coordenador geral (professor da UFMA) e uma professora convidada da Secretaria de Estado de Educação do Maranhão-SEDUC, que desenvolve atividades pedagógicas e de assessoria à pesquisa.
Situação
  Atividade COM RELATORIO FINAL
Contato
   Professor Zartu Giglio Cavalcanti 98 981158507
«« Voltar