«« Voltar
Literatura, política e cultura no Brasil: os intelectuais da periferia.
Protocolo do SIGProj:   249924.1295.146036.31102016
De:31/10/2016  à  30/01/2017
 
Coordenador-Extensionista
  Gabriel Henrique Burnatelli de Antonio
Instituição
  IFSP - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo
Unidade Geral
  PRX - Pró Reitoria de Extensão
Unidade de Origem
  TUP - Tupã
Resumo da Ação de Extensão
  A cidadania – o conjunto de regras através do qual a sociedade se relaciona com o Estado – é o resultado de processos históricos e sociais que envolvem mobilizações, confrontos e negociações cotidianas – práticas e simbólicas. A presente proposta de atividade de extensão parte desta premissa para, a partir de uma discussão que articula política e cultura, apresentar e debater autores e obras literárias que refletem e, ao mesmo tempo, se inscrevem no processo de construção da identidade de sujeitos historicamente marginalizados. Através da abordagem supracitada, o curso irá percorrer o período histórico que compreende a formação do Estado nacional brasileiro, no século XIX, até os dias atuais, reconstruindo, neste percurso, os laços entre identidade, cultura e política. Escrever a história a contrapelo, ou seja, pela perspectiva dos vencidos (BENJAMIN, 1971 apud LÖWY, 2002, p. 203), é o ponto de partida deste curso, mediante o qual se procura dar densidade a uma visão de mundo cujo escopo alcança as contradições do processo civilizador, conhecendo e refletindo sobre os sentidos, valores e estratégias de ação e de comunicação dos intérpretes/intelectuais das parcelas sociais que, ao longo da história, disputam o reconhecimento de sua identidade na organização da cidadania.
Palavras-chave
   Lliteratura, política, cultura, periferia.
Público-Alvo
  Alunos de 2º e 3º anos do Ensino Médio das redes pública e particular de ensino; servidores públicos, lideranças comunitárias e representantes do terceiro setor ligados às áreas de educação, proteção social e cultura.
Situação
  Atividade EM ANDAMENTO
Contato
  
«« Voltar