«« Voltar
Formação em Auriculoterapia
Protocolo do SIGProj:   248690.1178.11574.13112016
De:08/08/2016  à  08/11/2016
 
Coordenador-Extensionista
  Maria do Socorro Trindade Morais
Instituição
  UFPB - Universidade Federal da Paraíba
Unidade Geral
  CCM - Centro de Ciências Médicas
Unidade de Origem
  DPS - Departamento de Promoção da Saúde
Resumo da Ação de Extensão
  As práticas integrativas complementares (PIC) são cada vez mais utilizadas mundialmente. No Brasil, o Sistema Único de Saúde (SUS) por meio da Política Nacional de Práticas integrativas e complementares (PNPIC), preconiza a inserção e o fortalecimento dessas práticas, sobretudo na Atenção Primária à Saúde (APS). Ressalta-se que, grande parte dos pacientes que procuram serviços da Atenção Primária à Saúde possuem queixas vagas e inespecíficas, em que as manifestações do sofrimento não se traduz, necessariamente, em disfunções que possam ser enquadradas em alguma nosologia4, sendo tais queixas, muitas vezes, desqualificadas em função dos desencontros entre a expectativa do médico em identificar e reconhecer doenças e as demandas do paciente de obter atenção para seu sofrimento5. Neste sentido, a percepção do paciente sobre seu sofrimento não coincide com a doença orgânica diagnosticada pelo médico, gerando descontinuidade e falta de adesão aos processos terapêuticos, abortando-se a possibilidade do vínculo, uma vez que não atende às expectativas de cuidado dos pacientes. Com o intuito de fomentar o acesso à auriculoterapia como terapia alternativa e complementar no cuidado em saúde, optou-se em estruturar um curso de formação para estudantes e profissionais da Atenção Primária à Saúde, com o objetivo de possibilitar aos profissionais desse campo e estudantes um olhar mais amplo e integrativo sobre o processo saúde-doença, bem como desenvolver competência para a aplicação de uma técnica simples, de baixo risco, mínima iatrogenia e grande eficácia em seu cotidiano de trabalho7,1
Palavras-chave
   Medicina integral, Práticas alternativas, auriculoterapia
Público-Alvo
  Estudantes do curso de medicina e profissionais de saúde inseridos na USF Nova Conquista
Situação
  Atividade COM RELATORIO FINAL
Contato
  
«« Voltar