«« Voltar
A bioquímica como recurso para educação alimentar
Protocolo do SIGProj:   246398.1295.220341.06102016
De:31/10/2016  à  31/01/2017
 
Coordenador-Extensionista
  Maria Elisa Furlan Gandini Castanheira
Instituição
  IFSP - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo
Unidade Geral
  PRX - Pró Reitoria de Extensão
Unidade de Origem
  VTP - Votuporanga
Resumo da Ação de Extensão
  A disciplina de Bioquímica é de fundamental importância às áreas de saúde, ciências naturais e ensino. Um indicativo de sua importância é a sua aplicação nos diversos campos de atuação profissional. Porém, existe algumas dificuldades no aprendizado da Bioquímica e associar este conhecimento ao ensino, pesquisa e extensão é uma alternativa para provocar discussões contextualizadas de importância social.Com esse curso que pretende ser oferecido almeja-se o entendimento da bioquímica dos principais metabolismos do corpo humano e contextualizá-los na promoção de uma nutrição saudável e o entendimento da prevenção de doenças como obesidade, doenças cardiovasculares, diabetes mellitus tipo 2 e distúrbios metabólicos. Desta forma, alguns pesquisadores (Forato et al., 2003 apud Sousa 2006) defendem que a escola é um espaço propício para a aprendizagem sobre a alimentação e nutrição, que podem ser integradas às atividades pedagógicas. Para Viunisk (2005) apud Sousa (2006), a escola tem potencial para estimular hábitos alimentares saudáveis, através do desenvolvimento de programas educativos que incentivem a substituição de alimentos industrializados. Assim, este curso tem por objetivo contribuir na formação do aluno, possibilitando-lhe a compreensão do contexto da alimentação e nutrição saudáveis no seu no estilo de vida.
Palavras-chave
   Promoção da Saúde, Ambiente Escolar, Qualidade de Vida, Nutrição, Guias de Alimentação.
Público-Alvo
  Poderão matricular-se alunos que possuam, pelo menos, ensino fundamental completo e idade mínima de 16 anos.
Situação
  Atividade EM ANDAMENTO
Contato
  
«« Voltar