«« Voltar
CINE DEBATE: A EMANCIPAÇÃO DA TRABALHADORA DOMESTICA EM UMA PERSPECTIVA SÓCIOJURÍDICA – QUE HORAS ELA VOLTA?
Protocolo do SIGProj:   244877.1138.257923.05102016
De:04/10/2016  à  04/10/2016
 
Coordenador-Extensionista
  Maria Leonice da Silva Berezowski
Instituição
  UFT - Universidade Federal do Tocantins
Unidade Geral
  CUP - Campus de Palmas
Unidade de Origem
  DIR - DIREITO
Resumo da Ação de Extensão
  Objetiva-se, com este trabalho, analisar a condição das trabalhadoras domésticas, através de um debate acerca do questionamento entre emancipação e dominação da trabalhadora doméstica, expondo os avanços jurídicos e a insistente exclusão social como maior obstáculo a ser enfrentado. Sob o espectro da exploração sofrida pelas trabalhadoras que por não terem outra opção de emprego, desconhecerem seus direitos, sofrerem com a dificuldade financeira ou até mesma pela responsabilidade para com a família, submetem-se a jornadas de trabalhos exorbitantes e indignas. Essa cultura da empregada doméstica como ”escrava” está arraigada em nossa sociedade, visto que, em nosso processo de formação histórica, nunca foi dada a devida atenção à essa classe. Sendo assim, o presente trabalho buscará instigar nas pessoas o lado mais humano, a fim de que as condições dignas de trabalho doméstico passem a ser o costume.
Palavras-chave
   DOMÉSTICAS, EMANCIPAÇÃO, CINE-DEBATE, QUE HORAS ELA VOLTA?, DIREITO DO TRABALHO.
Público-Alvo
  SOCIEDADE EM GERAL.
Situação
  Atividade COM RELATORIO FINAL
Contato
   (63)981163945
«« Voltar