«« Voltar
Avaliação do potencial genotóxico e mutagênico induzido por nanopartículas metálicas e óxido-metálicas em vegetais
Protocolo do SIGProj:   244786.1297.264410.19082016
De:24/11/2016  à  24/11/2019
 
Coordenador-Extensionista
  Marisa Daniele Scherer
Instituição
  UFMS - Universidade Federal de Mato Grosso do Sul
Unidade Geral
  INFI - Instituto de Física
Unidade de Origem
  CPQ - Comissão Setorial de Pesquisa
Resumo da Ação de Extensão
  É conhecido que o expressivo aumento na produção dos materiais nanoestruturados e sua posterior liberação na biosfera poderão induzir um acúmulo destes nos ambientes aquático, terrestre e atmosférico, aonde suas implicações e impactos ainda são poucos conhecidos. Portanto, é notória a necessidade de induzir, expandir e fortalecer o desenvolvimento de tecnologias capazes de monitorar os riscos ambientais advindos dos nanomateriais, além disso, destaca-se a necessidade da formação de recursos humanos em áreas inseridas na interface nanotecnologia-vegetais-meio ambiente. Portanto, o presente estudo irá utilizar como bioindicadores a Allium cepa, Vicia faba, Glycine max e Clones de Tradescantia, onde serão realizados Teste de Micronúcleo, Allium cepa e Cometa, a fim de avaliar o potencial mutagênico e genotóxico das NPs de prata, de dióxido de titânio, de óxido de zinco (ZnO), de óxido de ferro (III) (Fe2O3) e de óxido de cobre (II) (CuO). Assim, espera-se que ao fim desse projeto seja possível identificar mudanças nos processos biológicos e fisiológicos da planta devido à presença das nanopartículas e suas diferentes concentrações através dos testes supracitados e estabelecer um protocolo que seja capaz de aplicar esses testes para o monitoramento dos efeitos genotóxicos e mutagênicos das NPs em plantas de modo geral.
Palavras-chave
   Mutagenicidade, Genotoxicidade, Plantas, Nanopartículas.
Público-Alvo
  
Situação
  Atividade EM ANDAMENTO
Contato
  
«« Voltar