«« Voltar
Nietzsche, Dostoiévski e o problema do niilismo
Protocolo do SIGProj:   244265.1294.249099.05082016
De:15/08/2016  à  31/08/2017
 
Coordenador-Extensionista
  João Eduardo Navachi da Silveira
Instituição
  IFRS - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul
Unidade Geral
  Caxias do Sul - Câmpus Caxias do Sul - Pesquisa
Unidade de Origem
  P&I - Pesquisa e Inovação
Resumo da Ação de Extensão
  O presente projeto propõe uma aproximação temática entre os escritos do romancista russo Fiódor Dostoiévski e do filósofo alemão Friedrich Nietzsche. O fio condutor para realização da aproximação entre eles é o problema do niilismo. Tanto a pergunta da personagem Ivan Karamazóv no romance Irmãos Karamazóv de Dostoiévski “Se Deus não existe tudo é permitido?”, quanto o anúncio de Nietzsche acerca da morte de Deus em A gaia ciência “Deus está morto!” atestam a presença do niilismo nas obras de ambos. Além de aproximá-los, demonstrar-se-á que a obra de Nietzsche surge como excelente chave de leitura para os romances do escritor russo. Atrelado à crise de valores e à constatação da ausência de ideais metafísicos no interior da cultura do século oitocentista, o problema que é discutido filosoficamente por Nietzsche adquire representação nas falas e angústias das personagens de Dostoiévski. Diante da apresentação do tema, algumas questões que se apresentam como norteadoras para o desenvolvimento do projeto são: quais seriam as implicações que a morte de Deus ocasionaria no desenvolvimento da vida humana? É possível uma vida sem Deus? Se Deus morreu, tudo é permitido? O que significa a morte de Deus? Ao tomar consciência de seu estado de indeterminação, o homem seria capaz de levar uma vida afirmativa adiante? O homem seria capaz de se colocar para além do niilismo e criar valores? Ou, ao contrário disso, os valores morais tradicionais cristãos seriam necessários? Procurar-se-á analisar a maneira através da qual os autores enfrentam estas questões.
Palavras-chave
   Nietzsche, Dostoiévski, niilismo, filosofia, literatura
Público-Alvo
  
Situação
  Atividade
Contato
  
«« Voltar