«« Voltar
PADU - PROGRAMA DE ACESSO DEMOCRÁTICO À UNIVERSIDADE E ACOMPANHAMENTO PEDAGÓGICO
Protocolo do SIGProj:   241854.1138.113439.15092016
De:01/02/2016  à  30/12/2016
 
Coordenador-Extensionista
  Janete Aparecida Klein
Instituição
  UFT - Universidade Federal do Tocantins
Unidade Geral
  PROEX - Pró-Reitoria de Extensão, Cultura e Assuntos Comunitários
Unidade de Origem
  DIC - Diretoria de Cultura
Resumo da Ação de Extensão
  A PróReitoria de Extensão, Cultura e Assuntos Comunitários - PROEX criou, em 2010, o Programa de Acesso Democrático à Universidade PADU - com a finalidade de agregar cursos preparatórios aos vestibulares alternativos nas unidades da UFT e também cursos criados nas comunidades, coordenados por professores da UFT O Programa permitiu a criação dos projetos, com atuação semestral: a Escola Estadual Novo Horizonte (Aureny IV e no Centro de Ensino Médio Castro Alves (305 Norte), o PADU/Palmas 2016 atende hoje, aproximadamente 130 alunos oriundos de escolas públicas do município. O preparatório se baseia no princípio da responsabilidade social (estendido a comunidade acadêmica) e se justifica em minimizar as consequências de um processo histórico de exclusão social da Universidade Pública. O curso tem duração de um período letivo, com três horas de aulas diárias, de segunda-feira a sábado, abordando conceitos das quatro áreas do conhecimento do ENEM. Há recursos internos para o pagamento de 10 bolsas aos monitores e 10 bolsas pagas pela instituição parceira, nesta edição, a SEDUC. É uma iniciativa que estimula o diálogo da Universidade com a comunidade local que a recebe e cria pontes à ampliação de oportunidades, também possibilita aos acadêmicos o envolvimento com atividades sociais previstas no currículo relativo à extensão, um dos três pilares da universidade e da formação do sujeito.
Palavras-chave
   Preparatório ENEM, responsabilidade social, inclusão, Extensão
Público-Alvo
  Estudantes egressos (ou cursando o último ano do Ensino Médio) em instituições públicas de ensino estaduais ou federais, com o devido reconhecimento nos Conselhos Regionais de Educação (ou análogo); Estudantes ou egressos que possuam o certificado do Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos (Encceja) Para os egressos que receberam certificação do Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM), é necessária a comprovação de, no mínimo, 2 (dois) anos cursados em instituições públicas.
Situação
  Atividade COM RELATORIO FINAL
Contato
   Para atestar a participação e envolvimento, pelo tempo previsto de execução:
«« Voltar