«« Voltar
Orientações à população leiga sobre atendimento em parada cardiorrespiratória
Protocolo do SIGProj:   239334.1178.20526.06062016
De:01/06/2016  à  30/12/2016
 
Coordenador-Extensionista
  Ivanilda Lacerda Pedrosa
Instituição
  UFPB - Universidade Federal da Paraíba
Unidade Geral
  CCS - Centro de Ciências da Saúde
Unidade de Origem
  ETS - Escola Técnica de Saúde
Resumo da Ação de Extensão
  Sabe-se que o sucesso no atendimento de uma parada cardiopulmonar depende do reconhecimento precoce dos sinais de parada e da execução correta das manobras de reanimação cardiopulmonar, o que pode ser conseguido realizando-se orientação de pessoas leigas para o atendimento à vítima. Assim, com o intuito de orientar a população em geral para saber reconhecer os sinais de parada cardiopulmonar e proceder o atendimento, por meio de manobras de reanimação cardiopulmonar e utilização de um desfibrilador automático externo, até a chegada de uma equipe especializada, este projeto tem como objetivo realizar orientação teórica e prática da população para identificar e reanimar uma vítima de parada cardiopulmonar, utilizando o desfibrilador automático externo. Trata-se de um projeto de extensão a ser desenvolvido em diversas localidades e e/ou instituições públicas ou privadas do município de João Pessoa/PB, por docentes, servidores técnicos administrativos e discentes da Universidade Federal da Paraíba e/ou membros externos, que possuam conhecimento em Suporte Básico de Vida. O projeto visa atuar junto à população acadêmica da UFPB, em áreas de vivências, e/ou sala de treinamento da Escola Técnica de Saúde, bem como junto à população geral externa à universidade, que se encontrem em possibilidades de aglomerar-se, seja em terminais rodoviários, colégios, parque Sólon de Lucena, praias, unidades básicas de saúde, supermercados, shoppings, eventos locais e regionais.
Palavras-chave
   ressuscitação cardiopulmonar, enfermagem, educação da população.
Público-Alvo
  O projeto visa atuar junto à população acadêmica da UFPB, em áreas de vivências, e/ou sala de treinamento da Escola Técnica de Saúde, bem como junto à população leiga em geral, externa à universidade, que se encontrem em possibilidades de aglomerar-se, seja em terminais rodoviários, parque Sólon de Lucena, praias, unidades básicas de saúde e outros locais a fim de realizar treinamento em massa da população
Situação
  Atividade CONCLUÍDA
Contato
   Escola Técnica de Saúde da UFPB coordenacao@ets.ufpb.br Fone: 3216-7400
«« Voltar