«« Voltar
Elementos identitários para a educação étnico-racial: construindo alternativas pedagógicas para a inclusão.
Protocolo do SIGProj:   237452.1248.246522.21082016
De:18/10/2016  à  29/11/2016
 
Coordenador-Extensionista
  Marcos Luis Grams
Instituição
  IFSC - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Santa Catarina
Unidade Geral
  IFSC-CCR - Campus Criciúma
Unidade de Origem
  CERE - Coordenadoria de Extensão e Relações Externas
Resumo da Ação de Extensão
  A extensão deve ser compreendida como o amálgama que sustenta a interface entre a educação técnica e tecnológica e a sociedade, com seus distintos grupos, especialmente aqueles em situação de vulnerabilidade ou exclusão social. Recentemente, pela EC nº85/2015, a extensão tecnológica passa a ser prioritária às IFES. No IFSC, ampliam-se os esforços para a Curricularização da Extensão. É necessário utilizarmos nossa centralidade tecnológica para a produção de objetos didáticos capazes de apoiar a prática pedagógica nas mais diversas áreas e formas, tornando-a mais interessante e melhorando a aprendizagem e o êxito. Dentre estas, a presente proposta destaca a necessidade de contribuir para o desenvolvimento de materiais e estratégias didático-pedagógicas inovadoras para o ensino da história e cultura dos africanos e dos afro-descendentes (Leis 10.639/03 e 11.645/2008). Propõe-se a realização de um conjunto de atividades semanais, focadas na discussão temática da identidade africana, como base para a produção de objetos pedagógicos não digitais voltados à educação básica. Dentre os materiais de domínio público a serem utilizados estão a série MOJUBÁ (MEC/SEPPIR), e a Coleção História da África (UNESCO). Como resultado, espera-se: 1- garantir o cumprimento das leis 10.693/03 e 11.645/08; 2- cumprir os requisitos para o reconhecimento dos cursos superiores do IFSC-Criciúma; 3- melhorar habilidades e competências, tanto da comunidade quanto de docentes, discentes e técnicos-administrativos no campo da cidadania e da educação étnico-racial; 4 - desenvolver objetos pedagógicos não digitais, especialmente jogos de tabuleiro; 5 - desenvolver sequências didáticas para o ensino do tema.
Palavras-chave
   Curricularização da Extensão, Objetos Pedagógicos, Jogos não digitais, Educação étnico-racial, Cidadania
Público-Alvo
  Discentes dos cursos superiores de graduação, especialmente do Curso de Licenciatura em Química; Discentes dos cursos técnicos integrado, concomitante e subsequente; Docentes das redes públicas e privadas de ensino; Discentes de outras IES; Docentes do ÎFSC - Câmpus Criciúma Técnicos-administrativos do IFSC - Câmpus Criciúma
Situação
  Atividade COM RELATORIO FINAL
Contato
   Marcos Luis Grams - NUPE - IFSC-Câmpus Criciúma, e-mail marcos.grams@ifsc.edu.br fsc
«« Voltar