«« Voltar
Sistemas Agroflorestais no Bolsão Sul-mato-grossense no eixo Chapadão do Sul – Cassilândia – Paranaíba - Três Lagoas Chamada FUNDECT/CNPq N° 15/2014 – PRONEM - MS
Protocolo do SIGProj:   233753.1136.3868.19042016
De:15/09/2015  à  14/09/2018
 
Coordenador-Extensionista
  Edilson Costa
Instituição
  UEMS - Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul
Unidade Geral
  Cassilândia - Unidade Universitária de Cassilândia
Unidade de Origem
   Agronomia - Coordenação do Curso de Agronomia
Resumo da Ação de Extensão
  A presente proposta do GRUPO EMERGENTE EM SISTEMAS AGROFLORESTAIS tem como objetivo intensificar, de forma sustentável, a exploração comercial de espécies florestais, transformando seu setor produtivo como ponto estratégico para o desenvolvimento econômico e social do Bolsão Sul-mato-grossense. Contribuindo ainda para uma melhoria da sociedade por meio de novas fontes de renda para os agricultores da região de forma a permitir a redução de assimetrias regionais existentes em nosso país e desenvolvimento urbano e rural de forma sustentável. Além disso, no aspecto acadêmico, gerando conhecimento científico e produtos, além do fortalecimento dos programas de pós-graduação da instituição proponente e das instituições parceiras. A proposta de criação do GRUPO EMERGENTE DE SISTEMAS AGROFLORESTAIS, será coordenada pela Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (UEMS) e contará com uma equipe interdisciplinar e interinstitucional, composta por pesquisadores de diversas áreas do conhecimento, que envolverá duas instituições de ensino do Mato Grosso do Sul (UEMS e UFMS) e um instituto de Pesquisa do estado de São Paulo (IAC/APTA/Votuporanga). A proposta envolve áreas amplas do conhecimento, com ênfase em Agrárias/Tecnológicas e Humanas/Educacional e Sociológica, com pesquisas de desenvolvimento científico, tecnológico, humano e social. Nesse primeiro momento de formação de GRUPO EMERGENTE EM SISTEMAS AGROFLORESTAIS serão estudadas todas as interelações técnicas e sociais da implantação da cultura da seringueira (Hevea brasiliensis). Futuramente outras culturas e suas relações técnicas e sociais serão estudadas, como por exemplo, o eucalipto e o mogno africano.
Palavras-chave
   desenvolvimento sustentável, tecnologias agrícolas, sociologia rural, silvicultura, associativismo
Público-Alvo
  
Situação
  Atividade COM RELATORIO PARCIAL
Contato
  
«« Voltar