«« Voltar
SAÚDE MENTAL E TRABALHO-FAMÍLIA DO PANTANEIRO
Protocolo do SIGProj:   230563.1136.1645.04042016
De:05/05/2016  à  09/11/2018
 
Coordenador-Extensionista
  Edneia Albino Nunes Cerchiari
Instituição
  UEMS - Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul
Unidade Geral
  Campo Grande - Unidade Universitária de Campo Grande
Unidade de Origem
  Medicina - Coordenação do Curso de Medicina
Resumo da Ação de Extensão
  Introdução: Em decorrência das demandas entre o trabalho e os papéis pessoais desempenhados pelo trabalhador em seu cotidiano, conflitos podem surgir. Diante disso os trabalhadores, atualmente, início do século XXI, buscam equilibrar o seu trabalho e a vida familiar. Objetivos: Investigar a existência de conflito trabalho – família – trabalho no trabalhador pantaneiro; caracterizar os sujeitos, segundo os dados sociodemográfico-ocupacionais; estimar a prevalência de transtornos mentais menores nos sujeitos do estudo; identificar a possível existência de associações entre o processo trabalho-família-trabalho e no trabalhador pantaneiro; identificar a possível existência de associações entre o processo trabalho-família-trabalho e variáveis sociodemográficas; identificar a possível existência de associações entre o processo trabalho-família-trabalho e atividade laboral; identificar a possível existência de associações entre o processo trabalho-família-trabalho e condições de saúde; elaborar estratégias relacionadas à promoção da saúde do pantaneiro; elaborar um documentário sobre o pantaneiro da região de Aquidauana/MS; divulgar o estado de Mato Grosso do Sul, a cultura e identidade do pantaneiro e estratégias relacionadas à promoção de sua saúde por meio do documentário. Método: Estudo transversal, com o trabalhador pantaneiro do Pantanal de Aquidauana. Serão utilizados quatro instrumentos: Questionário sociodemográfico e ocupacional; Autoavaliação da Saúde; Self Report Questionnaire- SRQ-20 para aferir Transtornos Mentais Menores e; Escala de Conflito Trabalho-Família. Os dados serão analisados mediante parâmetros de estatística descritiva e Inferencial. Resultados Esperados: conhecer a relação entre saúde mental e trabalho-família-trabalho possibilitando uma intervenção adequada nas esferas biológica, social e psicológica do trabalhador pantaneiro.
Palavras-chave
   Sofrimento psíquico, Conflito Trabalho-Família, Transtornos Mentais Menores, SRQ20, Pantaneiro.
Público-Alvo
  
Situação
  Atividade COM RELATORIO PARCIAL
Contato
  
«« Voltar