«« Voltar
COMUNIDADE LGBT, E PARTICIPAÇÃO NOS ESPAÇOS DE CONTROLE SOCIAL
Protocolo do SIGProj:   230043.1159.2247.23032016
De:05/04/2016  à  05/04/2016
 
Coordenador-Extensionista
  Vanessa Clementino Furtado
Instituição
  UFMT - Universidade Federal de Mato Grosso
Unidade Geral
  IE - Instituto de Educação
Unidade de Origem
  DPSI - Departamento de Psicologia
Resumo da Ação de Extensão
  1. Desde a Constituição Federal de 1988 todos os brasileiros e também pessoas em território brasileiro tem direito a atenção integral em saúde em tempo adequado e sempre prestando atenção às demandas específicas da sua condição. Assim, no que tange a população LGBT, o Governo Federal vem implantando a Política Nacional de Atenção Integral a Saúde LGBT (como forma de combater a iniquidade em saúde sofrida por essa população). Para tanto, também são necessários esforços por parte da própria sociedade civil (entidades de representação dessa comunidade, bem como das instituições de ensino superior) para realização de ações que tenham o objetivo de efetivar essa Política. Diante disso, este evento tem por objetivo primordial discutir a necessária participação das lideranças e ativistas LGBT no exercício do controle social no SUS, com vistas a efetivar as garantias em saúde propostas pela Política Nacional de Saúde Integral de LGBT. Além disso, também temos o objetivo de definir estratégias para que a comunidade acadêmica possa se envolver e contribuir para efetivação dos direitos em saúde da comunidade LGBT.
Palavras-chave
   participação social, controle social, LGBT, saúde LGBT.
Público-Alvo
  Estudantes da UFMT Profissionais de Saúde Ativistas Sociais Público LGBT em geral
Situação
  Atividade COM RELATORIO FINAL
Contato
   Itallon Lourenço da Silva
«« Voltar