«« Voltar
Mexa-se: Seja mais um contra Aedes aegypti
Protocolo do SIGProj:   229885.1276.96625.29072016
De:16/09/2016  à  16/09/2017
 
Coordenador-Extensionista
  Débora Henrique da Silva Anjos
Instituição
  UFRJ - Universidade Federal do Rio de Janeiro
Unidade Geral
  CCS - Centro de Ciências da Saúde
Unidade de Origem
  IBCCF - Instituto de Biofísica Carlos Chagas Filho
Resumo da Ação de Extensão
  O projeto de pesquisa e extensão “Mexa-se: seja mais um contra da Aedes aegypti” visa promover a educação ambiental e saúde, de forma multidisciplinar, para combater focos e criadouros de mosquitos pertencentes à espécie A. aegypti, o transmissor de vírus causadores da Zica, Febre Chikungunya e Dengue, possibilitando a redução da prevalência das referidas arboviroses. O delineamento do projeto será composto por 5 etapas: I-a promoção da educação ambiental e de saúde que visa constituir o 'Epicentro' de controle da espécie A. aegypti no Colégio Estadual Helio Rangel, em Duque de Caxias, no Rio de Janeiro e no Colégio Municipal Carlos Gramático, em Paulo de Frotin, através da interação dialógica, ratificando a importância da civilidade no processo, bem como a realização de palestras, curso de formadores de agentes de combate à Aedes aegypti, além de oficinas e atividades lúdicas; II- Expansão da educação ambiental de saúde para população circunvizinha às unidades escolares e na Vila residencial da UFRJ, estabelecendo uma força tarefa ao combate, atendendo a demanda nacional de controle do mosquito da espécie Aedes aegypti; III- registro de armadilhas sentinelas por GPS para mapeamento da população das espécies A. aegypti e A. albopictus nas dependências das unidades escolares, nas residências circunvizinhas e na Vila Residência da UFRJ e nas diferentes áreas da UFRJ; IV- promover palestras, apresentações teatrais e de vídeo, oficinas de preparação de armadilhas sentinelas em unidades escolares de acordo com visitações agendas, pela PR-5 da UFRJ; V- promover a educação sanitária pelas dependências da UFRJ
Palavras-chave
   Saúde Pública, Aedes aegypti, educação ambiental e de saúde, Controle
Público-Alvo
  O público alvo deste projeto será constituído por docentes, profissionais de educação, discentes e demais componentes do corpo social da Escola Municipal Almerinda Ferreira de Almeida, Colégio Estadual Helio Rangel, Colégio Municipal Carlos Gramático, na Vila Residencial da Universidade Federal do Rio de Janeiro e demais dependencias da UFRJ.
Situação
  Atividade CONCLUÍDA
Contato
   dhenriqueanjos@gmail.com
«« Voltar