«« Voltar
Desenvolvimento de porta-enxertos do gênero Prunus spp. para pessegueiros, nectarineiras e ameixeiras (Cópia) 11-01-2016
Protocolo do SIGProj:   222533.1152.113176.21012016
De:01/04/2016  à  01/04/2017
 
Coordenador-Extensionista
  Andressa Comiotto
Instituição
  IFRS - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul
Unidade Geral
  Bento Gonçalves - Câmpus Bento Gonçalves - Pesquisa
Unidade de Origem
  P&I - Pesquisa e Inovação
Resumo da Ação de Extensão
  O projeto tem por objetivo avaliar o efeito de dezenove porta-enxertos enxertados sobre a cv. Chiripá e também a própria cv. Chiripá autoenraizada sobre o crescimento e desenvolvimento e produção dos pêssegos, nas condições de um dos maiores municípios produtores deste fruto no estado e no Brasil, Pinto Bandeira (RS). As plantas foram instaladas em setembro de 2014, na propriedade particular do produtor rural Vagner Salvatti, na Linha Rio Branco, Pinto Bandeira (RS), com espaçamento de 4,0 x 2,0m e conduzidas na forma de vaso. O experimento será avaliado durante o ciclo produtivo 2015-2016 e 2016-2017 durante as fases de crescimento e desenvolvimento e produção através das variáveis: diâmetro do tronco, volume de copa e produção estimada por planta e produtividade estimada por hectare. Pretende-se, através deste estudo, recomendar aos persicultores, técnicos, estudantes e comunidade da região, baseado nos resultados obtidos, um porta-enxerto para utilização em Pinto Bandeira, RS.
Palavras-chave
   Prunus persica L., manejo pomares, comportamento agronômico
Público-Alvo
  
Situação
  Atividade COM RELATORIO FINAL
Contato
  
«« Voltar