«« Voltar
LIGA ACADÊMICA DE NEUROLOGIA E NEUROCIRURGIA DA GRANDE DOURADOS
Protocolo do SIGProj:   216609.1135.207856.08042016
De:01/06/2016  à  30/05/2017
 
Coordenador-Extensionista
  Otavio e Silva Rodrigues Filho
Instituição
  UFGD - Universidade Federal da Grande Dourados
Unidade Geral
  FCS - Faculdade de Ciências Médicas e da Saúde
Unidade de Origem
  Med. - Medicina
Resumo da Ação de Extensão
  A vasta gama de doenças que acometem o sistema nervoso são fonte de interesse para muitos alunos de Medicina. Entretanto, a formação básica do médico generalista, ainda que compreenda a maior carga horária entre todos os cursos de graduação, ainda se mostra insuficiente para muitas áreas específicas, como a Neurologia Clínica e a Neurocirurgia, frente a complexidade dos temas e avanços tecnológicos e científicos. Além disso, é alta a frequência de casos destas duas áreas a serem atendidos na Atenção Básica a Saúde. Neste sentido, a Neuroliga, projeto pioneiro e inovador na região de Dourados/MS, objetiva aperfeiçoar a formação em neurologia para seus membros, estimulando a promoção do conhecimento através de aulas teóricas, aperfeiçoamento de habilidades com as atividades práticas e busca pela inovação com ações de produção científica, em parceria com preceptores de reconhecida formação técnica. Buscamos também estimular ações educadoras para a população geral através de ações de promoção e prevenção a agravos de saúde.
Palavras-chave
   Neurologia, Neurocirurgia, Medicina, Neurociências
Público-Alvo
  O público-alvo compreende, num primeiro momento, os acadêmicos de medicina interessados em aprofundar os conhecimentos nas ciências neurológicas. Através destes acadêmicos, a liga atenderá seu outro público, a população geral, através de campanhas de conscientização e promoção de saúde, em especial idosos, que padecem com a falta de informação e orientação sobre doenças neurológicas típicas da senilidade, como demências do tipo Alzheimer, por exemplo. Além disso, o projeto busca desenvolver campanhas de conscientização para prevenção de agravos, como Traumatismo Crânio-Encefálico, importante causa de morbimortalidade na população, sobretudo jovens, através dos acidentes automobilísticos. Por fim, objetivamos estimular também o debate sobre problemas cognitivos na infância, envolvendo o público escolar, pais e professores. Dessa forma, não há como se estabelecer um número preciso de público, mas podemos estimar em cerca de 10.000 (dez mil) impactados com as ações propostas.
Situação
  Atividade CONCLUÍDA
Contato
   Otavio Rodrigues Filho (67) 8416-9192 otavio.rdf@gmail.com
«« Voltar