«« Voltar
Formação Crítica e Acadêmica nas Engenharias
Protocolo do SIGProj:   216025.956.218534.07102015
De:15/10/2015  à  30/06/2017
 
Coordenador-Extensionista
  Perla Haydee da Silva
Instituição
  UFMT - Universidade Federal de Mato Grosso
Unidade Geral
  IEVG - Instituto de Engenharia Campus Universitário Várzea Grande
Unidade de Origem
  DIEVG - Diretoria do Instituto de Engenharia Campus Várzea Grande
Resumo da Ação de Extensão
  Este projeto visa propor uma forma de pensar o ensino de Língua Estrangeira (LE) que diverge das metodologias e concepções acerca do ensino de língua utilizadas até os nossos dias, metodologias estas baseadas em posturas tradicionais e estruturalistas com respeito à linguagem, que concebem a língua como código e que preconizam o ensino da forma. Tal ensino tem se demonstrado desestimulante, excludente e não tem conduzido à formação de uma consciência crítica por parte do aprendiz. A presente pesquisa não visa propor uma metodologia, mas uma mudança de postura. Através da propositura de um curso de Inglês Acadêmico para alunos dos cursos de Engenharia da UFMT campus VG com atividades de viés crítico, aventa a possibilidade de uma proposta de ensino de tal modalidade de inglês, embasada nos pressupostos do Letramento Crítico, que contribua para um ensino de línguas significativo, inclusivo, dinâmico, que preconize a construção de sentidos. Dentro de tal concepção, a língua é vista como discurso e o ensino vai além da mera repetição de vocabulários e formas gramaticais vazios e desprovidos de sentido, mas envolve o questionamento de relações de poder, valores, ideologias e práticas sociais, com vias à formação de alunos dotados de uma consciência crítica e uma postura transformadora de sua realidade.
Palavras-chave
   Letramento Crítico, Inglês Acadêmico, Linguística
Público-Alvo
  Estudantes do curso de Engenharia e comunidade externa.
Situação
  Atividade EM ANDAMENTO
Contato
  
«« Voltar