«« Voltar
Sistemas alternativos de abastecimento: avaliação e controle da potabilidade de água consumidas em propriedades rurais da serra catarinense.
Protocolo do SIGProj:   214618.1079.208852.18092015
De:10/01/2016  à  01/01/2017
 
Coordenador-Extensionista
  Carla Ivane Ganz Vogel
Instituição
  UDESC - Universidade do Estado de Santa Catarina
Unidade Geral
  CAV - Centro de Ciências Agroveterinárias
Unidade de Origem
  DPAA - Departamento de Produção Animal e Alimentos
Resumo da Ação de Extensão
  A presente proposta tem como objetivo geral a avaliação de sistemas alternativos de abastecimento de água consumida em municípios localizados na serra catarinense, incluindo Rio Rufino, Painel,Correia Pinto e Urubici observando os parâmetros físico-químicos da água consumida. O sistema de abastecimento e tratamento hídrico nas propriedades rurais nestes municípios está sendo operado de forma precária, afetando a potabilidade da água consumida por estas populações. Desta forma, nosso objetivo consiste em averiguar os sistemas de fornecimento e a potabilidade da água consumida. Além disso, o projeto fará uma análise epidemiológica sobre a presença de doenças gastrointestinais de veiculação hídrica dentro da população estudada. Apos análise dos resultados realizaremos uma série de ações com a aplicação de políticas corretivas e direcionadas como: divulgação aos órgãos públicos competentes, realização de palestras, minicursos e oficinas para esclarecimento das melhores estratégias de consumo e tratamento de água, treinamento para desinfecção de caixas de água e reservatórios além de minicursos apontando os principais riscos a saúde causados por possíveis contaminações seguido de delineamento estratégico de tratamento. Com este conjunto de ações acreditamos promover a melhoria de qualidade de vida destas populações. Além disso, o projeto visa o enriquecimento da formação técnico-cientifica, profissional e social dos estudantes através de contato direto com as populações e condições ambientais a que vivem além do desenvolvimento de alternativas que visem o melhoramento destas condições.
Palavras-chave
   água, serra-catarinense, recursos-hídricos, potabilidade
Público-Alvo
  Público alvo 1: Grupos Comunitários: Em torno de 30 propriedades rurais incluindo famílias de em média 5 pessoas, localizadas nos municípios de Rio Rufino, Painel, Bocaina do Sul e São Jose do Cerrito. Entende-se que a população beneficiada não incluirá somente as famílias residentes nas propriedades rurais analisadas, pois durante a execução do projeto, cartilhas informativas serão distribuídas para a população em geral do município, portanto, espera-se que toda a comunidade destes municípios seja beneficiada/envolvida no projeto. Público alvo 2: Público interno da UDESC. Os estudantes de Engenharia Ambiental do CAV/UDESC e pos graduação terão a possibilidade de observação direta dos sistemas alternativos de captação, observação dos pontos críticos e possíveis falhas nos sistemas de tratamento e distribuição, assim como desenvolverão estratégias para a resolução de tais problemas. Público alvo 3: Organizações de Iniciativa Privada: Alunos de Biomedicina da Universidade do Planalto Catarinense. Os estudantes obterão e analisarão os dados epidemiológicos relacionados com as análises de qualidade de água e desenvolverão estratégias de condução da problemática, como a percepção de necessidade de encaminhamento a atendimento médico especializado. Esta experiência irá colaborar efetivamente para a formação profissional destes estudantes. Público alvo 3: Instituições Governamentais Estaduais: Comitê de Gerenciamento da Bacia Hidrográfica do Rio Canoas. Esta instituição será beneficiada pela obtenção de dados de potabilidade de agua dos municípios estudados. Público alvo 4: Instituições Governamentais Estaduais: CISAMA (CONSÓRCIO INTERMUNICIPAL DE SANEAMENTO BÁSICO, MEIO AMBIENTE, ATENÇÃO À SANIDADE DOS PRODUTOS DE ORIGEM AGROPECUÁRIA E SEGURANÇA ALIMENTAR DA SERRA CATARINENSE - CISAMA). Esta instituição será beneficiada pela obtenção de dados sobre a qualidade da água dos municípios estudados e apoio fornecido aos municípios da serra catarinense.
Situação
  Atividade EM ANDAMENTO
Contato
  
«« Voltar