«« Voltar
Di@logos para a Cidadania
Protocolo do SIGProj:   211427.968.199031.10082015
De:25/08/2015  à  15/12/2015
 
Coordenador-Extensionista
  Ana Paula de Almeida
Instituição
  IFRS - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul
Unidade Geral
  Ibirubá - Câmpus Ibirubá - Extensão
Unidade de Origem
  EXT - Extensão
Resumo da Ação de Extensão
  O presente projeto, intitulado Di@logos para a Cidadania tem por finalidade possibilitar através de temáticas contemporâneas a construção de espaços de reflexão/crítica voltados a formação cidadã. O público alvo prioritário é formado por adolescentes entre 12 a 15 anos que frequentam o Centro Social Floresta em turno inverso a escola. O Centro Social Floresta Nestor Mendes é um Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (SCFV), ofertado pela Secretaria Municipal de Assistência Social de Ibirubá, destinado a atender crianças e adolescente em situação de vulnerabilidade social. Trata-se de um projeto social que utiliza a metodologia de oficinas de formação cidadã, que abordam diversas temáticas contemporâneas que exploram a realidade social dos adolescentes, assim, o diálogo um instrumento de reflexão, no intuito de contribuir para o protagonismo juvenil, considerando-o sujeito autônomo e criativo. Os encontros acontecem mensalmente em locais que proporcionem interação social e cultural. Nesta perspectiva, trata-se de uma proposta inovadora para atuação do IFRS/Campus Ibirubá, contribuindo para o envolvimento de todos os segmentos da comunidade escolar como: discentes, docentes e técnicos administrativos em educação, tendo a avaliação participativa como instrumento que leva em conta o desenvolvimento do projeto por todos os integrantes. Desta forma, o projeto permite a criação de novas estratégias de desenvolvimento local e comunitário destinadas a jovens em formação, sendo necessária esta abordagem.
Palavras-chave
   Educação, Cidadania, Formação, Autonomia
Público-Alvo
  O projeto Di@logos para a Cidadania tem como público alvo prioritário 30 adolescentes entre 12 a 15 anos, que frequentam o Centro Social Floresta em turno inverso ao da escola. Trata-se de um público atendido pela Secretaria Municipal de Assistência Social, através Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos Familiares (SCFV). O SCFV é um serviço ofertado pela Proteção Social Básica, para crianças e adolescentes integrantes do PETI e, portanto, retirados do trabalho infantil. Serão disponibilizadas 30 vagas, conforme o número de participantes que o Centro Social atende nesta faixa etária. Os adolescentes participantes deverão preencher um formulário socioeconômico e cultural e um termo de compromisso assinado pelo responsável, a fim que a família tenha ciência da participação do adolescentes no projeto, que após entregue à coordenação será considerado inscrito no projeto. Também são considerados público-alvo, os funcionários do Centro Social, pois o projeto prevê em uma de suas atividades a formação com este segmento. Para obter a certificação, os participantes deverão ter 75% de frequência, sendo que o controle será realizado pela coordenação do projeto, através de lista de presença feita em todos os encontros.
Situação
  Atividade COM RELATORIO FINAL
Contato
   Coordenação do projeto e equipe de execução. ana.almeida@ibiruba.ifrs.edu.br ou pelo fone 54 3324 8100
«« Voltar