«« Voltar
Identificação de herbicidas alternativos para plantas daninhas de difícil controle na região do Câmpus Sertão
Protocolo do SIGProj:   198690.968.78498.27022015
De:01/05/2015  à  30/11/2015
 
Coordenador-Extensionista
  Fernando Machado dos Santos
Instituição
  IFRS - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul
Unidade Geral
  Sertão - Câmpus Sertão - Extensão
Unidade de Origem
  EXT - Extensão
Resumo da Ação de Extensão
  Durante as reuniões realizadas com produtores rurais no projeto desenvolvido em 2014, foi discutido sobre a principal planta daninha da região a buva. Entretanto, segundo relatos dos produtores existem outras plantas daninhas que vem apresentando dificuldade de controle. Dentre elas foram citadas a buva, o azevém, o capim-amargoso e o leiteiro. Neste sentido, os produtores se disponibilizaram em coletar sementes destas plantas daninhas, e encaminhá-las ao IFRS/Sertão, onde serão estudadas alternativas de controle aos herbicidas inibidores da ALS e o glyphosate, predominantemente, aplicados na região. Neste contexto, o objetivo do projeto será avaliar os biótipos de plantas daninhas coletados pelos produtores, alunos e empresas, da região do IFRS/Sertão, identificar os biótipos resistentes, avaliar herbicidas alternativos, e indicar aos produtores, alunos e empresas da região os herbicidas que devem ser utilizados para o controle dessas plantas daninhas. O experimento será realizado em casa-de-vegetação, no período compreendido entre maio a novembro de 2015, no município de Sertão/RS. Já foram recebidos dos produtores, alunos e empresas da região, sementes de plantas daninhas de difícil controle. Os resultados serão apresentados aos produtores, técnicos de campo e alunos, da região de abrangência do câmpus Sertão envolvidos com o projeto.
Palavras-chave
   Planta daninha, resistência, Chlorimuron-ethyl, Glyphosate
Público-Alvo
  Agricultores da região, técnicos agrícola, alunos do IFRS - Câmpus Sertão.
Situação
  Atividade COM RELATORIO FINAL
Contato
   Convite via e-mail e contato telefônico.
«« Voltar