«« Voltar
SEMENTES CRIOULAS: RESGATE DOS SABERES TRADICIONAIS LOCAIS
Protocolo do SIGProj:   197934.968.72510.26022015
De:01/05/2015  à  30/11/2015
 
Coordenador-Extensionista
  Raquel Lorensini Alberti
Instituição
  IFRS - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul
Unidade Geral
  Ibirubá - Câmpus Ibirubá - Extensão
Unidade de Origem
  EXT - Extensão
Resumo da Ação de Extensão
  A semente além de ser um alimento, representa muito mais, pois retrata a cultura de cada comunidade, já que é por meio da alimentação que um povo expressa sua cultura seu modo de viver. O resgate, a guarda, a reprodução e o melhoramento das sementes crioulas têm proporcionado novo alento na resistência ativa contra o patenteamento da vida e a erosão genética promovidos pelas empresas capitalistas multinacionais que controlam as sementes transgênicas. Ao mesmo tempo que se resgatam as sementes crioulas são também recuperados saberes, espaços sócioculturais, ritos, mitos e significados que ficaram sepultados na história. Essas lutas de resistência nos informam pelas suas práticas que outro mundo é possível. Sendo assim o objetivo deste trabalho e fazer o resgate de sementes crioulas a fim de criar um banco de sementes crioulas no Campus Ibirubá para 'replicar, socializar, permutar e principalmente 'guardar e cuidar'.
Palavras-chave
   Sementes crioulas, saberes populares
Público-Alvo
  Agricultura Familiar: pequenos produtores rurais dos municípios de Ibirubá, Selbach e Quinze de Novembro.
Situação
  Atividade COM RELATORIO FINAL
Contato
  
«« Voltar