«« Voltar
Ações integrais para a promoção da saúde dos Agentes de Combate a Endemias do município de Campo Grande/MS, 2015
Protocolo do SIGProj:   191044.934.56071.29112014
De:01/03/2015  à  20/12/2015
 
Coordenador-Extensionista
  Suzi Rosa Miziara Barbosa
Instituição
  UFMS - Universidade Federal de Mato Grosso do Sul
Unidade Geral
  CCBS - Centro de Ciências Biológicas e da Saúde
Unidade de Origem
  GAB/CCBS - Gabinete do Diretor
Resumo da Ação de Extensão
  O município de Campo Grande apresenta anualmente crises epidêmicas de dengue e números alarmantes de Leishmaniose, sendo assim têm-se os estratégicos Agentes de Combate as Endemias, incorporados em 2010 às atividades da atenção básica em saúde para fortalecer as ações de vigilância em saúde junto às equipes de saúde da família, onde atuando juntos buscam a redução dos índices crescentes de epidemias nesse município. No entanto nota-se que esta classe trabalhadora apresenta índices de absenteísmo elevados nos revelando que há morbidades envolvidas no processo de trabalhado de tais trabalhadores. Logo se pode deduzir que um ciclo-vicioso é criado, caracterizado pelo aumento do gasto publico em manter as lacunas formadas pelo afastamento do trabalhador e consequentemente o caos endêmico gerado na população que fica inevitavelmente desassistida. É visto ainda que apesar da notável importância destes trabalhadores ele é pouco levantado e debatido na literatura acarretando a uma escassez grande de estudos quando nos referimos a estes agentes, mostrando que ainda é desconhecido o processo de trabalho, riscos a que são expostos, e, sobretudo o processo saúde-doença característicos desse público. Sendo assim surge a importância de se trabalhar na promoção e prevenção dos agravos inerentes a este trabalhador através de uma equipe multidisciplinar, uma vez que os danos ocorridos aos trabalhadores são de origem multicausal, nos possibilitando entender todos os motivos envoltos a estes afastamentos, dinâmica do processo de trabalho alem de diminuir possíveis efeitos de calamidade pública.
Palavras-chave
   saúde do trabalhador, doenças endêmicas, saúde coletiva
Público-Alvo
  A população envolvida nessa pesquisa é de 204 agentes de combate a endemias. A escolha da amostra teve como critério principal os agentes de combate a endemias em decorrência da fragilidade desse grupo frente aos riscos à saúde a que estão expostos, em decorrência da rotina de trabalho.
Situação
  Atividade COM RELATORIO FINAL
Contato
   srmiziara@gmail.com diegomachadoenf2015@gmail.com
«« Voltar