«« Voltar
Produção de mudas, disponibilização de novas cultivares e processamento de pimenteiras: sustentabilidade, inclusão social e geração de trabalho e renda de agricultores familiares no Brejo Paraibano
Protocolo do SIGProj:   180567.880.25619.22052014
De:02/05/2014  à  02/01/2015
 
Coordenador-Extensionista
  Mailson Monteiro do Rego
Instituição
  UFPB - Universidade Federal da Paraíba
Unidade Geral
  CCA - Centro de Ciências Agrárias
Unidade de Origem
  DCB - DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS
Resumo da Ação de Extensão
  A expansão agropecuária, no município de Areia, praticamente devastou todo ecossistema. Nos Brejos de Altitude esta realidade aumenta a pressão antrópica sobre os remanescentes florestais, gerando um grave problema, com conseqüências ambientais, econômicas e sociais. O presente projeto visa desenvolver uma consciência ambiental, associando o processo educacional que contribua para o aumento da formação e informação sobre a conservação ambiental com alternativas de geração de renda a partir da oferta de novas variedades de pimenteiras ornamentais e do processamento de pimentas em molhos, páprica e geléias. Na relação sócio-econômica, o desenvolvimento de áreas de novas variedades de plantas ornamentais para produção e a oferta de novos produtos agroindustriais baseados em processamento de pimentas promoverão a geração de empregos e divisas para os agricultores residentes no entorno da Reserva Mata-do-Pau-Ferro que vivem do extrativismo, e, de agricultores familiares do Brejo Paraibano, permitindo a correlação entre a sustentabilidade econômica, social e ambiental de interesse destas comunidades. De fato, estas ações podem ser mais abrangentes na medida em que seja possível alocar mais recursos financeiros para o desenvolvimento das atividades.
Palavras-chave
   Desenvolvimento rural
Público-Alvo
  
Situação
  Atividade COM RELATORIO FINAL
Contato
  
«« Voltar