«« Voltar
Estudo sociopolítico do projeto de construção das barragens na bacia do rio Uruguai.
Protocolo do SIGProj:   157380.554.187745.19062013
De:06/07/2013  à  07/07/2013
 
Coordenador-Extensionista
  Jonas José Seminotti
Instituição
  IFRS - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul
Unidade Geral
  Sertão - Câmpus Sertão - Extensão
Unidade de Origem
  EXT - Extensão
Resumo da Ação de Extensão
  O projeto tem por objetivo desenvolver a compreensão a cerca do modelo de desenvolvimento planejado pelo estado brasileiro a partir do final da década de 1970, onde a produção de energia através da construção de grandes projetos hidrelétricos na bacia do rio Uruguai passa a ser a estratégia adotada pelo mesmo. A partir do projeto de construção de 22 barragens na bacia do rio Uruguai os pequenos agricultores, que teriam suas terras atingidas pelas águas, passam a se organizar constituindo um processo de organização social e um capital social que vai ser fundamental para a conquista de indenizações e reassentamentos em outras regiões dos estados do sul do Brasil. O contexto que envolve estes dois atores, o estado e os colonos atingidos, vai despertar um debate entre as organizações sociais populares sobre o modelo de desenvolvimento a ser adotado pelo estado e abre caminho para diversas lutas por políticas públicas nas áreas da educação, saúde, agricultura.
Palavras-chave
   Desenvolvimento, estado, políticas públicas, organização social, direitos
Público-Alvo
  Alunos dos cursos de formação pedagógica e da licenciatura em ciências agrícolas, com o acompanhamento de docentes do IFRS - Câmpus Sertão
Situação
  Atividade COM RELATORIO FINAL
Contato
  
«« Voltar