«« Voltar
Abordagem Multidisciplinar ao Portador de Cefaleia Crônica
Protocolo do SIGProj:   103973.1312.31122.18102016
De:11/11/2016  à  11/11/2017
 
Coordenador-Extensionista
  João Batista Santos Garcia
Instituição
  UFMA - Universidade Federal do Maranhão
Unidade Geral
  CCBS - Centro de Ciências Biológicas e da Saúde
Unidade de Origem
  DEMEDII - Departamento de Medicina II
Resumo da Ação de Extensão
   A ação Abordagem Multidisciplinar ao Portador de Cefaleia Crônica é um amplo e ramificado Projeto de Extensão desenvolvido por alunos, parceiros e professores da Liga Acadêmica de Dor (LAD). Constitui-se de grande relevância na perspectiva social e acadêmica, haja vista que é destinado à promoção de saúde, prevenção de agravos e melhoria da qualidade de vida da população. Assim como servirá de referencial teórico/prático para produção intelectual na área. Seus objetivos básicos são: oferecer assistência multidisciplinar a pacientes portadores de cefaleias crônicas; conscientizar e instruir a população da importância do controle prematuro da cefaleia e capacitar discentes na integralidade do atendimento baseado na relação bilateral de aprendizado mútuo com a comunidade. Na assistência multidisciplinar, ocorrerão atendimentos de natureza diversificada, flexíveis e em coesão técnica, orientações individualizadas, fornecimento de medicações, encaminhamentos sistemáticos à terapias alternativas interprofissionais e convergência de diferentes processos assistenciais. Durante as conscientizações/instruções da população, haverão palestras temáticas antes e durante a espera por atendimento, esclarecimento de dúvidas, intercâmbios de conhecimento com os participantes, distribuição de materiais educativos e empoderamento da comunidade no combate a cefaleia crônica. Conclui-se que desde a criação da LAD, houve aumento acentuado da demanda na Casa da Dor, assim como a ampliação da visibilidade e abrangência educacional. Com a execução dessas ações deseja-se minimizar os danos da cefaleia não tratada na comunidade e a melhoria significativa da qualidade de vida dos portadores de uma das dores mais persistentes, a qual afeta a saúde psicológica, o desempenho laboral/intelectual e mina a confiança, incapacitando precocemente.
Palavras-chave
   Cefaléias Crônicas, multidisciplinariedade, promoçao de saúde
Público-Alvo
  O público alvo do projeto consiste de: Portadores de cefaleia crônica cadastrados no Serviço de Dor do HUPD (453); Discentes dos cursos de Medicina, Enfermagem, Odontologia e Psicologia (120) e a Comunidade externa à instituição (400). Estimando-se 973 pessoas potencialmente atingidas pela a ação.
Situação
  Atividade COM RELATORIO FINAL
Contato
   (98) 3222-9060 -- Casa da Dor (98) 98802-0622 -- Prof. Dr. João Batista(Coordenador) (98) 98257-2296 -- José Rodolfo Teixeira da Cunha (Discente) (98) 98212-8503 -- Lara Melo Soares Pinho de Carvalho (Discente)
«« Voltar